A água nossa de cada dia

Fundamental para a manutenção da vida em sua biodiversidade e de todos os ciclos naturais, a produção de alimentos e a preservação da própria vida, a água vem se tornando cada vez mais um recurso estratégico para a humanidade. Dependemos, cada vez mais, da água para sobrevivência econômica e biológica, além do desenvolvimento econômico e cultural.

agua.jpg

De acordo com dados do International Hydrological Programme da UNESCO sobre recursos hídricos, o volume total de água no planeta é calculado em torno de 1,4 bilhões km³. Porém, 97,5% dessa água é salgada, e está basicamente nos mares e oceanos. A água doce, que só representa 2,5% do total, está em sua maior parte nas calotas polares, estando apenas 0,3% desta disponível e de fácil acesso em lagos, rios e lençóis subterrâneos pouco profundos.

O crescimento populacional constante e o desenvolvimento das atividades humanas, com distribuições quase sempre não homogêneas espacialmente, e a disposição de água também irregular, contribuem para o aumento de pressão sobre os mananciais existentes.

Desta forma, a escassez de água no planeta torna-se evidente como uma preocupação mundial. Está ficando cada vez mais difícil encontrar água de qualidade, em razão da poluição de rios, represas e do solo.

No verão, é comum buscarmos pelo uso da água para nos refrescarmos. Na última temporada em Iguape não tivemos grandes problemas, exceto pela queda de pressão de saída no fornecimento nas casas do município vizinho, Ilha Comprida, visto que aquela cidade está ligado a mesma rede de água da Sabesp de Iguape. Para essa temporada é previsto  20% de aumento de consumo em relação ao ano passado, sobretudo em Ilha Comprida; é de se esperar que haja insuficiência de pressão. Portanto, tudo que pudermos fazer para economizar água será importante.

Seguem alguns pontos básicos que nos levam a um consumo menor e, portanto, à redução dos impactos ambientais e a colaborar para evitar a falta:

1. No banho: Se molhe, feche o chuveiro, se ensaboe e depois abra para enxaguar. Não fique com o chuveiro aberto. O consumo cairá de 180 para 48 litros.

2. Ao escovar os dentes: escove os dentes e enxágüe a boca com a água do copo. Se você não manter a torneira aberta durante a escovação, economizará 3 litros de água em cada ocasião.

3. Na descarga: Verifique se a válvula não está com defeito, aperte-a uma única vez e não jogue lixo e restos de comida no vaso sanitário.

4. Torneiras: gastam de 12 a 20 litros/minuto. Pingando, 46 litros/dia, o que resultará em 1.380 litros por mês perdidos. Feche bem as torneiras.

5. Vazamentos: Um buraco de 2 milímetros no encanamento desperdiça cerca de 3 caixas d’água de mil litros.

6. Na caixa d’água: Não a deixe transbordar e mantenha-a sempre tampada.

7. Na lavagem de louças: Lavar louças com a torneira aberta, o tempo todo, desperdiça até 105 litros. Ensaboe a louça com a torneira fechada e depois enxágüe tudo de uma vez. Na máquina de lavar são gastos 40 litros. Utilize-a somente quando estiver cheio.

8. Regar jardins e plantas: No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã ou à noite. Use mangueira com esguicho-revólver ou regador.

9. Lavar carro: usando mangueira gasta-se 600 litros de água; com balde de 10 litros, economiza-se 90% dessa água. Use a água da sobra da máquina de lavar roupa para ensaboar ao carro.

10. Na limpeza de quintal e calçada USE VASSOURA – Se precisar utilize a água que sai do enxágüe da máquina de lavar.

Para sabe mais: http://www.rededasaguas.org.br/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

You are commenting using your Twitter account. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

You are commenting using your Facebook account. Sair / Alterar )

Connecting to %s