Uso do cerol é proibido por lei e pode ser fatal

Mas, muitas crianças continuam a utilizá-lo. De acordo com o capitão Mauro Lopes, do Corpo de Bombeiros, mesmo que não se venda mais o produto, qualquer pessoa consegue fazê-lo. “O processo de produção do cerol é rudimentar. Qualquer um pode produzir. É só misturar vidro, cola e colocar na linha da pipa”, explica. Qualquer criança pode fazer o produto, mesmo porque alguns anos atrás houve a proibição da venda, mas ainda há quem empine pipa com cerol na linha.

A proibição do uso do cerol é necessária por causa do perigo que oferece. Mas os meninos vão continuar a brincar de pipa. “A pipa é uma cultura. Com a lei, acho que a criançada só evitará brincar na rua. Ela tentará soltar em campo aberto. Nem toda criança pode brincar no computador. A pipa é o brinquedo mais barato que existe”, argumenta.

Acidentes aumentaram

Os incidentes com o cerol vêm aumentando. Utilizar esse artifício virou moda, isto porque as crianças competem para ver quem corta mais pipas, o que só é possível com o vidro; este uso desenfreado da substância tem feito muitas vítimas, em sua maioria motoqueiros e ciclistas. Uma dica de segurança é o uso das antenas nas motos e bicicletas.

Segurança

Não há lei que obrigue as antenas nos veículos. Mas elas impedem que mais pessoas sejam feridas. Ao utilizá-las na frente das motos, as linhas de pipa são contidas e os cortes evitados. Os bombeiros já usam essa prevenção em seus veículos. O capitão ainda lembra de uma vez em que um dos homens da Corporação estava com um jaqueta de couro e a linha da pipa encostou. O casaco foi cortado. “Isso para você ver como é perigoso. Nem o couro, que é um material mais firme, resistiu ao cerol”, justifica. Para as crianças fica a dica para não usar o produto em suas pipas, pois pode ser “fatal” e, ainda, provocar ferimentos em quem o produz ou manuseia.

Órgãos públicos, a iniciativa privada e outras entidades precisam buscar soluções para os problemas enfrentados pelos motociclistas e ciclitas, por meio de uma discussão de segurança no trânsito. Para que esse encontro seja possível, a estrutura do CONSEG municipal pode auxiliar.

Para sabermos:

A Lei Estadual nº 12.192, de 06-01- 2006, proíbe o uso de cerol ou de qualquer produto semelhante que possa ser aplicado em linhas de papagaios ou pipas.

DOE Executivo seção 1, de 07-01-2006, p. 01.

07/01/2006
O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:
Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei:
Artigo 1º – Fica proibido o uso de cerol ou de qualquer produto semelhante que possa ser aplicado em linhas de papagaios ou pipas.
Artigo 2º – O não-cumprimento desta lei acarretará ao infrator o pagamento de multa no valor de 5 (cinco) UFESPs, sem prejuízo da responsabilidade penal.
Parágrafo único – Quando o infrator for menor, os pais serão, para todos os efeitos, os responsáveis.
Artigo 3º – As despesas decorrentes desta lei correrão à conta das dotações orçamentárias próprias.
Artigo 4º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.
Palácio dos Bandeirantes, aos 06 de janeiro de 2006.
Geraldo Alckmin
Hédio  Silva Júnior
Secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania
Saulo de Castro Abreu Filho
Secretário da Segurança Pública
Fábio Augusto Martins Lepique
Secretário-Adjunto, Respondendo pelo Expediente da Casa Civil
Publicada na Assessoria Técnico-Legislativa, aos 06 de janeiro de 2006.

Matéria indicada pelo leitor Eduardo Irio, de Iguape/SP.

5 respostas a Uso do cerol é proibido por lei e pode ser fatal

  1. willams rodrigo da silva

    O cerol e uma ,coisa pirigosa , um dia eu sofri um corte no dedo da mao

  2. acho que se em vez de proibirem determinassem locais para soltar longe das vias o suficiente ficaria mais facil. droga mata mas todo mundo compra, bebida mata, cigarro, bandido, etc.. e na maioria das vezes uma fiança paga tudo eo estrupador, matador, etc continua solto ?

  3. O Cerol é uma vergonha, perigosíssimo para a vida das pessoas. Mas o mais triste é que as crianças usam as linhas cortantes para cortar a linha dos outros coleguinhas que estão soltando suas pipas, quer dizer ,a acabar com a brincadeira dos outros. Isso do ponto de vista cultural é uma atitude bárbara, quer dizer que o cara tem o maior trabalhão pra sacanear o outro, prejudicar o colega, fazê-lo ficar triste? Que país do futuro podemos esperar se nossas crianças brincam desde a infância de prejudicar o próximo. Cadê o tal do Cristianismo, dizem que somos um páis cristão?
    E tem pai que elogia o filho, dá risada e diz:_Muito Bem, meu filho é esperto. Pai que permite que o filho use cerol devia ser preso e essas crianças serem recolhidas para serem educadas em abrigos. Essas pessoas não tem condição de educar suas crianças e fazer com que sejam bons cidadãos.
    Vivemos num país de loucos…

  4. Pingback: Férias época de pipas e todo cuidado e pouco. « Meu Pequeno Espaço

  5. Olá amigo Julio,
    mais uma vez os meus agradecimentos pela publicação de máteria indicada por minha pessoa.
    Sucesso, amigo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <pre> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>