Vale Fertilizantes contribuindo para a formação profissional

Após nove meses, jovens de Cubatão concluem curso patrocinado pela Vale Fertilizantes.  A empresa, Senai e Camp Cubatão formaram 31 alunos no curso de qualificação de operador de processos químicos.

Preocupada com o desenvolvimento econômico das regiões em que está inserida, a Vale Fertilizantes – em parceria com o Centro de Aprendizagem Metódica e Prática Mário dos Santos (Camp Cubatão) e o Senai de Cubatão (Escola Hessel Horácio Cherkassky) – acaba de formar uma turma de 31 jovens no curso de qualificação profissional de operador de processos químicos.

“Mantemos parcerias com o Senai há mais de 30 anos na cidade e essa iniciativa comprova que continuamos comprometidos com a região. Queremos colaborar cada vez mais para a melhoria da qualidade de vida e para a inclusão social desses jovens”, afirma o diretor de Nitrogenados da empresa, Valdir José Caobianco.

Este é o primeiro curso de especialização em química no município e foi totalmente financiado pela Vale Fertilizantes, desde o custeio das mensalidades até a bolsa-auxílio oferecida aos alunos no período das aulas. O investimento proporciona aos estudantes qualificação profissional, garantindo mais oportunidades no mercado de trabalho.

Selecionados por meio de uma prova teórica, os participantes precisavam residir em Cubatão, ter concluído o ensino médio e ter sido aprovado nas avaliações socioeconômica e de habilidades. Os jovens escolhidos participaram das aulas nas dependências do Senai e receberam, como ajuda de custo, um salário mínimo.

Com o diploma na mão, o emprego

Durante a cerimônia de entrega dos certificados, Valdir Caobianco anunciou a contratação de dois alunos pela Vale Fertilizantes para o cargo de auxiliar de processos químicos.

“Percebemos o empenho dos estudantes e temos certeza que o conhecimento adquirido por eles será de grande importância na organização. Por esse motivo, estamos orgulhosos de contar com a Marisley Matos e Fagner Diniz Santos na Vale Fertilizantes”, disse o executivo.

Para os jovens, a notícia foi recebida com grande emoção. Marisley trabalhará pela primeira vez com carteira assinada e será a primeira mulher operadora de processos do Complexo de Piaçaguera. “Sempre tive o objetivo de ingressar na área química e mantive o foco nisso durante todo o curso. Agora, vou poder colaborar para o sucesso da empresa”, afirma a recém-contratada.

Já Fagner, que trabalhou na empresa como aprendiz há alguns anos, queria voltar a atuar na Vale Fertilizantes. “Vi o curso como uma chance para me qualificar e buscar boas oportunidades. Acredito que minha força de vontade contribuiu para que eu fosse escolhido. Não vejo a hora de começar!”, finaliza Fagner.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s