Começam a remover postes da Orla do Valo Grande

Após vários meses do início da obra, a Elektro começou a remanejar os postes da Orla do Valo Grande.

Segundo a distribuidora de energia elétrica, serviços dessa natureza devem ser solicitados com certa antecedência e possuem custos aos solicitantes. Na situação, a Prefeitura de Iguape não inclui no orçamento inicial da obra a remoção e tal situação levou à demora para retirada.

Na semana passada, finalmente, os postes que causavam transtornos e traziam risco à segurança de quem trafegava pela Orla do Valo Grande começaram a ser removidos e remanejados para novos locais.

No total foram três postes que com o novo traçado da pista e com a implantação da ciclovia ficaram literalmente no meio da rua.

No trajeto da avenida Ébano Pereira, na Orla do Valo Grande, restou parte de construção em ruínas que nitidamente oferece riscos aos carros e transeuntes.

“Desde o planejamento e projeto da obra fizemos questão de requerer junto à Elektro o acompanhamento técnico das fases de execução para a remoção dos postes. Como isso não aconteceu e nossa obra tem obedecido rigidamente o cronograma de entrega, os postes acabaram se tornando um estorvo. Novamente fiz vários requerimentos e contatos pessoais com a companhia que enfim tomou as providências necessárias”, alega a prefeita de Iguape.

Porém, a Elektro a concessão pública do Estado à Elektro prevê serviços de distribuição de energia elétrica. Refazimento de instalações, ainda que de caráter público, correm às custas do órgão solicitante; no caso, à Prefeitura de Iguape, que demorou para tomar iniciativas quanto à contratação da Elektro.

Ainda segundo a Prefeitura, a parte de arrimo e contenção da margem do canal está pronta, as muretas e calçamento da maior parte do passeio público e também da mesma forma a ciclovia já está praticamente concluída e em uso, bem como, o recapeamento asfáltico da Av. Eduardo Ébano. A segunda fase do projeto que vai da passarela até o antigo porto da balsa. A obra, atualmente, é considerada pela administração a maior de iniciativa municipal de todo o Vale do Ribeira(sic).

Piers e atracadouros

Durante o decorrer do ano, muitas embarcações de turismo e particulares chegam ao município e não encontram locais para atracar, apesar da extensão de 2 km de águas calmas que o Valo Grande possui. O antigo atracadouro do DERSA (balsa para Ilha Comprida) e outros ainda mais antigos foram relevados à segundo plano. Assim, e apesar das características naturais que favoreceriam a recepção de embarcações, continuamos sem qualquer infraestrutura para esse atendimento, visto que na Orla do Valo Grande não se prevê a construção de trapiches ou piers.

Anúncios

2 Respostas para “Começam a remover postes da Orla do Valo Grande

  1. Qero só ver qdo começar a desbarrancar tudo, e as arvores quando vão plantar

  2. Nas obras do municipio de Iguape, não basta a intervenção de politicos o que mais se precisa é de politico inteligente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s