Formar cidadãos conscientes

Opinião

de Antonio Rochael*

Estamos iniciando um novo ano eleitoral. O que fazer? O que dizer? Em quem votar conscientemente nestas eleições? Isto é uma das dúvidas dentro dos princípios básicos da democracia brasileira. Isto é também, um dos grandes desafios da sociedade contemporânea, principalmente em nosso município.

Nossa apatia política parece derivar do autoritarismo arraigado, que durante mais de quinhentos anos modelou a sociedade brasileira e ainda hoje, perdura apesar das conquistas democráticas.

Essa apatia que nós falamos é a do político que usa o dinheiro público ao seu interesse, como se fosse um bem adquirido pelo seu “trabalho exaustivo”, não pode ser seu direito de amor a sua terra.

Por outro lado, a baixa qualidade no ensino público em muitas escolas brasileiras e o mau serviço prestado pela Saúde, pela insegurança constante na violência e pela impunidade que as nossas leis permitem, nos deixam pasmados e impotentes.

A meu ver, e em âmbito nacional, a Sociologia, a Filosofia, Educação Moral e Cívica, Organização Social e Política Brasileira, o Canto orfeônico deveriam continuar como antes, disciplinas obrigatórias no Ensino de Primeiro e Segundo Graus por razões óbvias, só assim, teríamos bons cidadãos que pelo menos e além de tudo, passariam a entender melhor as formas de governo e aí então, decorariam e cantariam o Hino da sua Pátria com mais respeito.

Tudo que vem acontecendo nas sociedades contemporâneas ainda mais com os nossos jovens, poderia ser mudado se os nossos políticos pensassem numa transformação de mudança, sem interesse próprio, mesmo a curto e médio prazo; pensassem mais na vida do nosso povo, no escalonamento da criação de novos empregos, facilitando a entrada de novas empresas não poluentes no município e no bem estar social, criando oportunidades àqueles que pretendem trabalhar para poder sustentar a família com responsabilidade e dignidade, sem enganação, sem ambição, sem hipocrisia, sem ganância de poder.

Uma vigilância em primeiro lugar, no resguardo e proteção ao cidadão, na liberdade de ir e vir cabendo então, o direito de viver. Daí a vida para cada um de nós e para a sociedade como um todo seria outra, sem a opressão, sem a agressão que nos causam estranhezas, sem a síndrome do medo que tanto escurece o bem estar da população carente de nossa terra.

Tudo isso poderia ter outro sentido, se a política fosse encarada como instrumento de respeito e de moralidade, para a garantia e soluções em conflitos, na construção de uma sociedade mais justa, honesta e cristã.

Usar a religião como base duradoura de vida sempre com Deus, no entanto, é uma tarefa de todos, para melhor aprimoramento. Por isso a participação política é sem dúvida alguma, atitude responsável e solidária dos nossos representantes no Legislativo e no Executivo na formação efetiva da cidadania. Diz a sabedoria: “Cuide do seu jardim, que as borboletas virão!”

O comportamento humano nesta democracia que ainda engatinha, visará sobretudo o bom retorno daqueles jovens de mentalidade ainda poluída. Ainda há tempo, para os bons frutos e bons resultados… Como é horrível e sofrido assistir à agonia de uma esperança!

Dizia Simone de Beauvoir, célebre escritora francesa: “Deus não prometeu dias sem dor. Risos sem sentimentos. Sol sem chuva. Ele prometeu força para o dia. Conforto para as lágrimas e luz para o caminho”.

Será que todos pensariam assim? Não sabemos…

Feliz Ano Novo de 2012 meus amigos leitores conscientes, deste jornal.

* Antonio Rochael é professor e sociólogo.

e-mail: antoniorochael@gmail.com

Anúncios

2 Respostas para “Formar cidadãos conscientes

  1. Professor Antoninho Rochael, a verdade seja dita. Quando o ser humano muda, consequentmente o mundo também muda. Parabéns.

  2. muito bom , é o que acredito continue divulgando seu pensamento e eu estarei te seguindo feliz ano novo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s