DISE prende mais traficantes em Registro

No dia 5 (domingo) deste mês, a Delegacia Especializada (DISE – REGISTRO) em cumprimento ao Mandado de Busca e Apreensão referente à residência de V. M. R., suspeito pelo crime de tráfico de entorpecentes, logrou êxito ao encontrar grande quantidade de entorpecentes no interior de sua residência.

V. M. R., vulgarmente conhecido pelo apelido de “Gêmeos”, era alvo de investigações e apontado como o comandante do tráfico no bairro Vila Nova. Nas buscas realizadas, a equipe de investigadores encontrou no quarto do acusado, 182 porções de cocaína com peso aproximado de 130,3 gramas, duas (2) pedras de crack à granel com peso bruto aproximado de 32,4 gramas e seis (6) porções de cocaína em pedras com peso bruto aproximado de 299,5 gramas. Além dos entorpecentes, havia a quantia de $100,00 (cem reais) em dinheiro, a qual foi apreendida. Indagado, informalmente, quanto aos entorpecentes, V. M. R. admitiu a propriedade das drogas, que iria comercializá-las e que o dinheiro encontrado era oriundo do tráfico. Destarte, foi dada voz de prisão em flagrante ao acusado, sendo este recolhido à cadeia pública de Registro.

Também nesta semana, a Especializada em Investigações sobre Tráfico de Entorpecentes, após colher informações no intuito de investigar o indivíduo conhecido por “Bacalhau” qualificado como R. H. F., pelo fato de haver fortes indícios de que este estaria ilegalmente comercializando substâncias entorpecentes, solicitou Mandado de Busca e Apreensão ao competente juízo, a fim de executá-lo ainda nesta semana.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Contudo, durante a noite de 08 de Fevereiro, em investigações pelo bairro Xangrilá, onde “Bacalhau” estaria traficando, a equipe da DISE tinha informações de que este receberia grande quantidade de drogas e, ao notar uma movimentação estranha próxima a uma escola, permaneceu em campana a fim de identificar algum indício de tráfico de drogas. A equipe então decidiu abordar um motociclista que ali chegava, tratava-se do indivíduo qualificado como I. J. F. J., surpreendido com uma bolsa de cor azul, na qual havia um pote de vidro contendo 27 proções de maconha com peso bruto aproximado de 711 gramas. Questionado sobre o entorpecente, I. J. F. J. afirmou que desconhecia o conteúdo da bolsa e que apenas iria entregá-la para “Bacalhau”, que estaria no local esperando e ao perceber a presença dos policiais, empreendeu fuga.
Diante dos fatos, policiais realizaram buscas a fim de localizar “Bacalhau”, sendo este encontrado próximo a sua residência. Abordado pelos policiais e questionado sobre os fatos contados por I. J. F. J., “Bacalhau” admitiu que era o proprietário das drogas, afirmando também, informalmente, que possuía mais entorpecentes em sua residência. Deste modo, uma equipe seguiu para a casa de Rafael, sendo lá recebida pela avó deste, que franqueou a entrada aos policiais. No interior da residência foi encontrado no quarto de Rafael, uma porção de cocaína com peso bruto aproximado de 49 gramas e 65 saquinhos de chup-chup, comumente usado para embalar individualmente as drogas. Sendo assim, fora dada voz de prisão em flagrante delito aos indivíduos R. H. F. e I. J. F. J., sendo recolhidos então à cadeia pública de Registro.

A Delegacia Especializada em Investigações sobre Entorpecentes solicita à população que colabore com as investigações e denuncie o tráfico de drogas, o número do DISQUE-DENÚNCIA É 3821-6555, A LIGAÇÃO NÃO SERÁ GRAVADA E O DENUNCIANTE TERÁ SUA IDENTIDADE MANTIDA EM TOTAL SIGILO.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s