A quem compete ouvir?

de Antonio Rochael Jr*

O tempo passa, mas o que queremos do IPHAN são os bons projetos aplicáveis, agilidade e trabalho com menos burocracia, junto às celebridades municipais de Iguape na preservação do nosso Patrimônio Histórico. Esquecem eles, que os infinitos buracos nos calçamentos irregulares das ruas, bueiros entupidos, obras embargadas, lixo de toda natureza espalhados pelas vias públicas, prédios descaracterizados, carro de som em altos decibéis próximos aos prédios históricos, Carnaval no espaço já tombado pela IPHAN, trânsito de veículos pesados que estão prejudicando e comprometendo as velhas construções, não podem acontecer.

Muitas promessas sem nenhuma solução. O centro e seu entorno estão também inseridos, no contexto invisível de ilusões. Divulgar ao povo iguapense, os benefícios e os recursos já trazidos no aspecto positivo ao município de Iguape, enquanto a “grana” rola. Perguntas democráticas como estas, não ofende. Então, eis aí a questão.

* Antonio Rochael Jr. é professor e sociólogo – e-mail: antoniorochael@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s