Faturamento das MPEs cresce 8,8% em janeiro de 2012

Receita das micro e pequenas empresas paulistas no primeiro mês do ano foi de R$ 28,3 bilhões, um montante de R$ 2,3 bi a mais em relação a janeiro de 2011.

As micro e pequenas empresas (MPEs) paulistas começaram 2012 com crescimento no faturamento: no balanço de janeiro, a receita cresceu 8,8% em relação ao mesmo mês de 2011. Os setores de serviços e comércio alavancaram este resultado, com incremento de 11,5% e 11,2% na receita, respectivamente. Já a indústria teve um desempenho negativo, com 3,2% de queda no faturamento real.

No mesmo período, o estudo apontou resultados positivos para o faturamento em todas as regiões: Grande ABC (+13,5%); Região Metropolitana de São Paulo (+9,8%); interior (+7,7%); e município de São Paulo (+6,2%).

A pesquisa traz também o comparativo entre janeiro de 2012 e dezembro de 2011, apresentando uma queda de 12,6% no faturamento real das MPEs paulistas. De acordo com Pedro Gonçalves, consultor do Sebrae-SP, era esperada uma queda de receita neste período, uma vez que as vendas de Natal costumam beneficiar as MPEs em dezembro, especialmente no caso do comércio. “Além disso, o mês de janeiro concentra férias coletivas, particularmente na indústria, o que tende a reduzir as vendas no período”, pontua.

O diretor-superintendente do Sebrae-SP, Bruno Caetano, destaca o otimismo relativo dos empresários: 84% dos proprietários de micro e pequenas empresas esperam manutenção (53%) ou aumento (31%) de receita nos próximos seis meses. Segundo ele, “o crescimento do consumo no mercado interno é o principal responsável pelos resultados positivos das micro e pequenas empresas nos últimos meses”.

As micro e pequenas empresas da indústria vêm apresentando queda de faturamento. Os resultados fracos do setor são atribuídos aos efeitos dos aumentos dos juros básicos (taxa Selic) no primeiro semestre de 2011 e pela concorrência com importados, em alguns segmentos.

A partir do segundo semestre deste ano, com o impacto das reduções nos juros básicos, ocorridas nos últimos meses de 2011, espera-se uma ligeira melhora no desempenho das MPEs da indústria.

A pesquisa de conjuntura Indicadores Sebrae-SP é realizada mensalmente pelo Sebrae-SP, com apoio da Fundação Seade. Para acessar a pesquisa completa, clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s