Registro avança com trabalhos de preservação ambiental no Vale do Ribeira

1º Fórum de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente foi o primeiro passo para ações regionais.

O Mês Mundial do Meio Ambiente teve programação especial para discutir questões ambientais de sustentabilidade no mundo todo e, em Registro, não foi diferente. Na última quinta-feira (28), A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrário e Meio Ambiente, realizou o 1º Fórum de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, no Centro Cultural KKKK.

Durante mesa redonda realizada para debater a implantação da Coleta Seletiva e a necessidade de parcerias com todos os setores, a diretora da Cooperativa União de Registro, Elizangela de Pontes Souza, que conta com uma equipe de 24 pessoas que se mantém da triagem dos resíduos sólidos, e consecutivamente sua venda, enfatizou a evolução que a Prefeitura proporcionou com o projeto aos catadores da cidade. “Antes, realizávamos a coleta de resíduos sólidos com carrinhos de mão, mas o apoio da Prefeitura nos garante uma grande melhora na qualidade de vida, pois ela realiza a coleta que vem para a cooperativa, e nós fazemos a triagem, o que permite agregar uma renda maior para sustentar as famílias dos catadores”.

De acordo com o consultor e especialista do projeto Palmito Seguro, Khalil Y. Hojeije, que enfatizou “que a sustentabilidade é, além de um conceito, uma informação que hoje está disponível a todos”. Além disso, afirmou que o Vale do Ribeira, pela existência de 50 a 60% da Mata Atlântica estar concentrada na Região, representa para o Estado de São Paulo, nas devidas proporções, o que a Amazônia representa para o Brasil. “Nossa Região tem tudo a ver com os conceitos de sustentabilidade, mas precisa de incentivo e conscientização, afinal sustentabilidade também é um jeito de fazer negócio”, ressaltou.

Segundo o secretário do Desenvolvimento Agrário e Meio Ambiente, Marcos Diniz, a Prefeitura vem atuando fortemente no que se refere à preservação do meio ambiente. “Hoje, temos os projetos de coleta seletiva, arborização, e o Plano Nacional de Resíduos Sólidos já em andamento e, além disso, realizamos a adequação do aterro sanitário que está completamente adequado aos padrões exigidos pela Lei”, disse Diniz.

As palestras apresentadas tinham os seguintes temas: “Agricultura e Sustentabilidade”, ministrada por Khalil Y. Hojeije; “Sistemas Agroflorestais”, pela Cooperafloresta da Barra do Turvo; “Quintais Urbanos”, pelo professor e doutor Marcelo Vieira Ferraz; “Plano Nacional de Resíduos Sólidos”, por Eduardo Callera Pedrosa; e “Resíduos e Saúde”, por Luciano Rocha Innocêncio.

Essa é uma realização da Prefeitura de Registro, por meio das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Agrário e Meio Ambiente e do Bem-Estar Social, com apoio da Federal Invest e da Bola de Neve Church, e contou com a presença de representantes dos municípios Pariquera-Açu, Juquiá e Registro.

Rio+20 – A Conferência das Nações Unidas Rio+20 foi realizada no Rio de Janeiro, dos dias 13 a 22 de junho, marcando o Mês Mundial do Meio Ambiente. A prefeita de Registro, Sandra Kennedy Viana, representou o Município no dia 15 e segundo ela “a cidade está ‘linkada’ com a agenda de desenvolvimento sustentável mundial, acompanhando projetos que possam ser aplicados na nossa Região. Além disso, o evento trouxe ideias que podem ser implantadas no Vale do Ribeira, como um polo regional de reaproveitamento de resíduos da construção civil e o reaproveitamento de pneus”.

A presidente Dilma Rousseff fez um balanço positivo da Rio+20 e respondeu às críticas sobre as ações nacionais. Disse que o Brasil deve se orgulhar de ter realizado com sucesso a conferência: “O consenso possível é um ponto de partida e não de chegada. O que temos exigido é que, a partir desse documento, as nações avancem.”

A Rio+20 contou com a presença de 193 Estados membros da Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 100 chefes de Estado e de Governo e mais de 50 participantes credenciados, com o objetivo de assegurar um comprometimento político renovado com o desenvolvimento sustentável, avaliar o progresso feito até o momento e as lacunas que ainda existem na implementação dos resultados dos principais encontros sobre desenvolvimento sustentável, além de abordar os novos desafios emergentes. Teve como temas principais ‘A economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza’, e ‘O quadro institucional para o desenvolvimento sustentável’.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s