Tony participa de rodada de perguntas no Colégio Agrícola

Da Assessoria

Este slideshow necessita de JavaScript.

O candidato Tony e sua vice Lumi Cabral, da coligação “Iguape pra frente já”, participaram do Encontro com alunos, realizado na terça-feira, 11, pela ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL ENGENHEIRO AGRÔNOMO NARCISO DE MEDEIROS – administrada pelo Centro Paula Souza. Eles tiveram 45 minutos para apresentar o Plano de Governo, depois responderam a 12 perguntas feitas pelos alunos e mais 15 minutos para as considerações finais. São elas:

Em relação à Saúde Pública, referente ao atendimento à população, qual a sua proposta para melhoria?
R. Diminuir o tempo de espera, trazer de volta os médicos de Iguape, contratar enfermeiros e médicos para completar as equipes do ESF, pois sem esses profissionais o município não recebe repasse do governo federal e aumentar o número de equipe para melhor atender a zona rural e poder realizar os trabalhos de prevenção. Além de declarar guerra às drogas, buscar parcerias para proporcionar ajuda aos dependentes.

Seu Plano prevê ações e incentivos para melhorar a área industrial em Iguape?
R. Com certeza. Acredito muito no potencial do bairro do Rocio para se tornar um polo industrial no município, para isso, traremos indústrias não poluentes, a primeira será têxtil, que proporcionará 200 vagas de trabalho, com o apoio do presidente da FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, de deputados estaduais e federais. O fato da Serra do Cafezal não estar duplicada, nos atrapalha na questão da logística, mas no meu governo, priorizaremos o asfalto, a iluminação pública, o esgoto e a qualidade da água, para atrair esses empresários e investidores para nossa cidade e gerar mais de 1.000 empregos.

3) O senhor tem algum projeto para Agropecuária que envolva os alunos da ETEC e as comunidades rurais?

R. Sabemos que 30% da merenda escolar devem ser adquiridas do agricultor familiar. Em Iguape são 40 produtores rurais e que serão priorizados. Podemos fazer parcerias e juntar o conhecimento técnico dessa entidade escolar no sentido de ajudar e orientar esses produtores a melhorar sua produção.

4) Como pretende desenvolver atividades culturais para os jovens e idosos?

R. Primeiramente, desvincularemos os departamentos de cultura e esporte. Contrataremos professores especializados, aproveitaremos e incentivaremos todas as vocações esportivas dos jovens, oferecendo a eles diversas modalidades de esporte. Em relação à cultura, com a verba que dispõe, dá para fazer muita coisa e para a melhor idade, nos preocupamos com a qualidade de vida de quem já fez muito pelo município, então, merecem mais carinho, atenção e atendimento priorizado na saúde, apoio nas atividades sociais e beneficentes e uso exclusivo de prédio destinado a eles.

5) O que vai fazer para melhorar o transporte escolar do Colégio Agrícola?

R. Proporcionar um transporte decente, tipo micro-ônibus, para atender os cerca de 50 alunos que dependem deste meio de condução que será adaptado e com elevador para também atender os alunos com deficiência que usam cadeiras de rodas, além de melhorar a iluminação desde o Porto do Ribeira até a entrada da escola.

6) Muitas vezes os jovens planejam se mudar por falta de emprego. Qual a proposta para manter esse pessoal?

R. Parcerias são fundamentais. Aproveitar a mão de obra dos estudantes dos cursos técnicos e criar a Universidade Municipal, a qual a Prefeitura investe no aluno e depois de formado ele dedica um período (de três anos) colaborando com o município. Outra ideia foi criação de associações com CNPJ, geridas por esses jovens e constituída com advogado e contador, para poder receber incentivo, oferecer serviços e formar parcerias com apoio do governo municipal. Tem a questão do pré-sal que muito vai contribuir para o desenvolvimento da cidade e com os recursos vindos dos royalties poderemos investir em cursos e tudo o que possa qualificar nossos jovens para que tenham oportunidades aqui e não precisem ir embora.

7) Iguape tem grande biodiversidade e patrimônio histórico que podem ser aproveitados de forma sustentável. Tem algum projeto para o Turismo?

R. Planejamento que hoje não tem contratar profissional com formação para ajudar a alavancar esse setor, movimentar os pontos turísticos até a Barra do Ribeira e adequá-los para receber os visitantes com o mínimo de estrutura, incentivar a culinária local e aproveitar os alunos de turismo para colocar em prática o turismo receptivo. Já é bom começo.

8) Quais são as propostas para melhoria da infraestrutura para visitantes em relação à acessibilidade e circulação em grandes eventos?

R. Construir uma nova Prefeitura e Câmara Municipal e aproveitar os prédios atuais para montar conservatórios e museus, por exemplo. Devemos sair do aluguel e adequar os órgãos públicos municipais às normas de acessibilidade junto ao Iphan e ao Condephaat, inclusive, em bancos, restaurantes, praças etc, além de melhorar a segurança pública com a criação da Guarda Municipal que irá trabalhar em conjunto com as Policias.

9) Quais ações do governo para aumentar o número de turistas na cidade, respeitando o período sazonal?

R. Criar um calendário de eventos diferenciado para atrair o turista, como feiras e congressos. A nossa contrapartida será adequar a cidade, em parceria com os moradores e Associação Comercial, para comportar esse público no quesito alimentação, acomodação, entre outros fatores que agradam o visitante e faça com que ele retorne ao nosso município, seja pelo bom atendimento ou pelos atrativos da cidade. O ideal seria pelo conjunto.

10) Quais ações para promover parcerias efetivas entre Iguape e Ilha Comprida para desenvolver o Turismo?

R. A parceria será consequência de um longo diálogo, no entanto, num primeiro momento, proponho acabar com o pedágio que até hoje em nada beneficiou o nosso município.

11) Como pretende resolver o problema do lixo urbano?

R. Será um grande desafio, pois até 2014 todos os municípios terão que se adequar ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos, ou seja, erradicar os lixões a céu aberto. Hoje cerca de 60% das cidades dão destinação inadequada para o lixo. No meu governo, devemos apresentar um plano municipal que incluí projetos de reciclagem, para aumentar a coleta seletiva, incentivar e criar cooperativas que irão auxiliar nesse processo e ainda proporcionar um trabalho mais digno aos catadores de lixo. Projetos esses que com certeza deverão receber recursos do governo federal para que sejam executados. E, já que 20% dos resíduos domiciliares podem ser reciclados, para reforçar nossa estratégia, contaremos com a mobilização da população em geral, para o descarte em pontos de despejo como coletores mecânicos ou algo do tipo, tudo dentro das normas ambientais.

12) Tem projeto de instalar um ESF próximo a ETEC?

R. Infelizmente localidade não é o prefeito que define é uma estratégia, um convênio da saúde municipal junto com o Ministério da Saúde, mas acredito que no planejamento, com o aumento de número de equipes, alguma certamente ficará próxima à escola.

Nas considerações finais, Lumi Cabral disse que vai se empenhar e muito, principalmente na área social, “hoje são muitos os recursos estaduais e federais para nos dar suporte, e ainda podemos conseguir recursos privados para ajudar atender às necessidades do nosso município”. Tony por sua vez, disse que “o importante é a humildade e o respeito, por isso, avaliem e confiem nas nossas propostas. Precisamos mudar o que precisa ser mudado e estou certo que vocês, jovens eleitores, também anseiam por essa mudança”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s