Governador Geraldo Alckmin autoriza obras de recuperação em estradas quilombolas e convênio para projeto melífero no Vale do Ribeira

Na segunda-feira (17/09), o Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, assinou o autorizo para a execução de obras de recuperação de 132 km de estradas de acesso a quilombos, no Vale do Ribeira, como parte do Programa Caminhos Quilombolas. A verba – cerca de 7 milhões de reais – havia sido disponibilizada pelo próprio Governador, por meio do Decreto 58.251, de 27 de julho.

As estradas que passarão por manutenção estão localizadas em 20 comunidades, distribuídas por sete municípios do Vale do Ribeira – as obras de restauração promoverão melhorias no escoamento da produção agrícola, além de acesso mais rápido às cidades. Benedito Alves da Silva, representante das comunidades quilombolas e morador do Quilombo Ivaporunduva, afirmou que “essas obras possibilitam melhorias não só para nossa agricultura e locomoção como até mesmo no turismo que estamos desenvolvendo nas comunidades. Obrigado ao Governador e também ao Itesp, que sempre realizou um trabalho incrível conosco”.

Na ocasião, também foi assinado um convênio entre as Secretarias da Justiça e da Defesa da Cidadania, da Saúde e do Meio Ambiente para a execução do Projeto para Inserção do Mel de Agricultores Familiares do Vale do Ribeira. Proposto pela Fundação Itesp (vinculada à SJDC), o projeto será realizado em parceria com o Instituto Adolfo Lutz e o Instituto de Botânica – e tem como objetivo fomentar a produção de mel de agricultores familiares do Vale do Ribeira nas comunidades quilombolas de Pilões, Ribeirão Grande/Terra Seca, Porto Velho, Cangume e André Lopes, beneficiando 30 produtores. A Secretária Eloisa Arruda agradeceu a todos os Secretários e autoridades presentes e especialmente ao Governador Geraldo Alckmin pela parceria, afirmando que “estas ações são uma vitória para todos nós. Este projeto é o primeiro trabalho desse tipo realizado no Brasil, e São Paulo deve ser orgulhar de ser o pioneiro. Vamos sempre trabalhar para a melhoria dessas comunidades que tantos respeitamos e reverenciamos”.

O projeto permitirá que, por meio de análises, seja possível verificar a qualidade e embasar a busca de uma identidade para o mel (por exemplo, mel silvestre de floresta). Como as comunidades escolhidas já exploram a atividade apícola na região, o projeto possui potencial para tornar-se uma importante fonte de renda para as famílias, sendo uma atividade econômica de baixo impacto ambiental e que também auxiliará na preservação da riqueza natural da região.

Ao fazer o seu discurso, o Governador Geraldo Alckmin elogiou as ações. “É mais qualidade de vida, atendimento às demandas quilombolas e vai até melhorar a renda dessas comunidades. Agradeço a todos os Secretários, ao Marco Pilla e ao Itesp – vamos reforçar a Fundação e trabalhar para cada vez mais agirmos em prol das comunidades quilombolas no Estado de São Paulo”, concluiu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s