Prefeitura de Registro apresenta exigências à CDHU durante reunião em São Paulo

Problemas hidráulicos e entrega das 183 unidades restantes foram principais reivindicações

A luta pelos moradores do Conjunto Habitacional no Jardim Eiji Matsumura continua em Registro, onde foram entregues, no dia 21 de agosto deste ano, 103 casas para os moradores de áreas de risco da Cidade, que estavam desalojados ou desabrigados devido à enchente que acometeu o Município em junho. Ainda faltam concluir as obras de 183 moradias, sendo que 33 são para moradores de áreas de risco e 150 para os outros grupos.

A Prefeita Sandra Kennedy Viana se reuniu em São Paulo, na última terça-feira (16), com o Secretário Adjunto da Habitação e Diretor Técnico da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Marcos Rodrigues Penido, para reivindicar a entrega das 183 moradias previstas no convênio e ações no conjunto em prol dos moradores, que têm sofrido com problemas de estrutura do empreendimento. “Considerando que esta construção se arrasta há seis anos, solicito à CDHU a entrega imediata das 33 casas aos moradores de áreas de risco e também que até o final deste ano o sorteio e a entrega das demais 150 moradias sejam realizados”, afirmou a Prefeita Sandra Kennedy.

As reivindicações da chefe do executivo giraram em torno de providências quanto ao sistema de esgoto das casas que, de acordo com reclamações dos moradores e com as vistorias realizadas pela Secretaria Municipal de Planejamento e Obras, não tem funcionado de maneira eficiente, retornando o material para as residências pela tubulação dos banheiros e por cima da tampa da caixa coletora. Além disso, alguns moradores receberam contas de água com valores altíssimos, entre R$ 400 e R$ 500, o que está aquém do que as famílias do conjunto consomem, evidenciando a possibilidade de existir avarias no encanamento das moradias, gerando vazamento.

Segundo o gerente Regional da Baixada Santista da CDHU, Luiz Carlos Rachid, as devidas providências estão sendo tomadas para solucionar os problemas. “Hoje (17), uma equipe técnica está no local, juntamente com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), avaliando a situação para ver o que precisa ser feito”, afirmou.

Compromisso – Durante o evento de entrega das 103 casas da CDHU em Registro, em agosto, o Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, se comprometeu em realizar em setembro o sorteio das demais 183 casas do empreendimento para a população registrense, porém o sorteio não aconteceu e as casas não estão prontas. Como parte desta demanda, restam 33 casas que serão destinadas para famílias que ainda se encontram em áreas de risco e precisam mudar para as novas moradias o mais rápido possível. Em contato com a assessoria de imprensa da CDHU, não souberam informar sobre data prevista para o sorteio das casas até quinta-feira (18).

Assistência social – O trabalho de assistência social realizado pela CDHU nos conjuntos habitacionais ainda não está sendo realizado em Registro, no Jardim Eiji Matsumura. A ação tem como objetivo auxiliar os mutuários na resolução de conflitos que acontecem no processo de adaptação das famílias. Ao ser questionado sobre o assunto, Rachid explicou que o trabalho só é realizado quando o empreendimento é 100% entregue e, nesse caso, a entrega foi parcial a pedido da Prefeita Sandra Kennedy, devido à situação de enchente que a Cidade se encontrava no momento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s