Imagem

Centro de Cultura Afro-brasileira Opará realiza II Encontro de Matrizes Africanas

20 de novembro: Dia da Consciência Negra

de José Maria Cancelliero

A lei número 10.639, de 9 de janeiro de 2003, incluiu o dia 20 de novembro no calendário oficial em todo o nosso país para que seja comemorado o Dia Nacional da Consciência Negral.

Com a implementação dessa lei, o governo tenta resgatar o valor da inconmensurável contribuição dos negros nas áreas social, econômica e política ao longo da história brasileira.

A escolha dessa data não foi por acaso: em 20 de novembro de 1695, o líder negro Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares – foi morto em uma emboscada.

Para um país que visa chegar ao mesmo nível de desenvolvimento dos países de primeiro mundo com civilidade democrática, começar a olhar a intolerância racial de frente e deixar de maquiar o preconceito, é o mínimo que se pode esperar.

Mais do que um feriado oficial, 20 de novembro relembra o pulso forte, do líder Zumbi dos Palmares, símbolo máximo da resistência contra o racismo, a opressão e as desigualdades sociais.

Se o Brasil deseja mesmo se tornar uma nação intrépida embasada na força de todas as raças, é preciso encarar com coragem a necessidade de se investir na educação como único caminho consciente, que levará o brasileiro aos reais caminhos do progresso e da dignidade.

* José Maria Cancelliero, professor, supervisor de ensino aposentado e presidente do Centro do Professorado Paulista (CPP)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s