2013: 12 Extraordinárias Tendências (desejos?) em Ygya – pe*, Iguape.

Nelson Jorge Leitede Nelson Jorge Leite

1) Em 2013 Iguape sentirá melhor a força e a importância sócio-econômica dos bairros populares como o Rocio e aqueles mais distantes como Icapara, Barra, Peropava , Jairê, Momuna, Itimirim e assim por diante nas reivindicações de melhor qualidade de vida e vias de acesso. Não haverá contemplações ou condescendências com adiamentos ou discursos e promessas. Esses bairros necessitam de saneamento básico, calçadas, ruas calçadas , iluminação segurança e saúde pra já. Chega de esperar. A paciência se esgotou em 2012. Os moradores desses bairros querem transformá-los em seus motivos de orgulho. O comercio que quiser crescer oferecendo produtos e serviços a preços justos com bom atendimento e assim ter lucro, deverá se deslocar do centro para esses bairros com urgência. Um bom exemplo é o Rocio, que está tendo um comércio ativo e competente com supermercados, casas de material de construção e assim por diante, refeições delivery, etc . Então, o comercio tradicional, localizado no centro que não quiser se deslocar para os bairros onde palpita o coração da cidade , corre o risco de quando decidir, não ter mais espaço para ele, visto que os empresários do bairro inteligentes e ativos preferiram ousar se estabelecendo nos seus bairros e sendo fiéis a eles.

2) No próximo ano, certamente iremos testemunhar uma mudança ousada no relacionamento entre o povo de Iguape e seus governantes . Especialmente da juventude de Iguape que tem pressa e irá pressionar todos aqueles que de alguma forma essa juventude julgue ser responsável pelo seu futuro e bem estar: professores, lideres comunitários, autoridades do executivo e legislativo, serviços médicos e de assistência social bem como os de segurança até porque são os jovens as vítimas preferenciais da violência. Essa juventude será mais participativa e desenvolverá seus próprios lideres por julgarem ser estes mais confiáveis além de acessíveis . Não acreditará em ninguém com mais de 30 anos!

3) As lideranças empresariais do comercio e serviços deverão dar uma resposta muito melhor àquela que historicamente tem dado aos seus consumidores em Iguape , sob o risco de sofrerem duramente pelo atraso em que se encontram . A demanda hoje reprimida por novos produtos e serviços e o desejo de experiências de compra mais interessantes tudo combinado com as novas tecnologias , especialmente àquelas ligadas ao estilo de vida que os consumidores aspiram, deverão se tornar uma avalanche com movimentos muito intensos nas redes sociais que se tornarão a voz que valoriza e orienta mas também a da vingança que poderá fechar negócios ou jogar reputações de competência e seriedade no lixo. Não dá mais pra aguentar comércios e serviços sem imaginação e sem preparo mas com preços escorchantes.

4)Em 2013 uma boa parte da população de Iguape, casais jovens iniciando a construção das suas famílias, bem como outros jovens e adultos(as) maduros(as) dos mais diferentes e diversos estilos de vida ou de opções profissionais e até mesmo sexo-afetivas , com informação via internet sobre o estado atual do consumo e do estilo de vida em outras cidades e países deverão se colocar como produtores e consumidores simultâneos e apaixonados e irão querer participar da elaboração de uma nova forma de ver e sentir, perceber Iguape. Tenderão a fazer uma releitura do melhor que uma cidade com as características históricas e culturais oferece. Esses(as) moços(as), outros nem tanto, mas informados e expressivos darão palpites, criticarão, darão sugestões, apresentarão novas ideias, sairão da falsa modéstia e do anonimato e mostrarão o seu melhor, sua força, talento e pontos de vista . Se diferenciarão de seus pais. Desenvolverão uma personalidade própria, original e generosa . Farão moda . O foco será mudar, transformar , inovar. O jovem sempre foi assim. Mas agora e em Iguape, o tradicional , a imitação barata e brega , a mesmice, a vergonha , o complexo de vira lata de estar ou viver em Iguape , essa mentalidade terá uma boa chance de ser vencida. A moçada irá querer ser diferente. Eles farão diferente. Eles sentirão e perceberão Iguape de forma inovadora e se manifestarão em seus encontros, arte, musica, gíria, artesanatos, roupas, estampas e assim por diante. Eles não quererão sair de Iguape, mas transformar Iguape para poderem continuar aqui. Pedirão ajuda. Terão? Seus professores, pais e outras lideranças, formadores de opinião coercitivos doidos para citarem leis e viverem tristemente, se não se atualizarem terão muita dificuldade em lidera-los ou até mesmo acompanha-los. Com eles a cidade irá surfar uma onda de valorização, otimismo e alegria pela iniciativa do melhor da sua juventude. O resultado, mesmo com a irreverência e o deboche típicos da idade, será maior consciência como cidadãos , como consumidores e eleitores. As melhores comunidades virtuais que pontificaram nesse último período eleitoral, as com melhor conteúdo e ponderação, independente das suas preferências politicas, agora farão um viral presencial e virtual , sempre intenso e quem não participar poderá se sentir esquisito, excêntrico , fora da tribo. As trocas de ideias e o germe da mudança não estarão nas escolas e praças e bares, muito menos nos partidos políticos, mas nas redes sociais, no facebook e nas residências junto aos seus computadores ou lan-houses.

5)Em 2013, os empresários de Iguape, pequenos e médios, olharão também para os consumidores mais experientes visando reverter o fluxo de compras que cada vez mais está se deslocando para Pariquera , Registro e até mesmo São Paulo. Hoje três quadras de Pariquera movimentam mais dinheiro que todo o comercio de Iguape!! Registro, segundo IBGE tem um PIB per capita em torno de R$8.800,00 . Iguape, um pouco menos, em torno de R$7.200,00. A distância entre uma e outra está em torno de 20% , mas o comercio, os serviços e o atendimento têm uma distância abissal. O consumidor de Iguape merece coisa melhor. Certamente, observarão os idosos como pessoas úteis e necessárias ao padrão afetivo e moral da cidade bem como economicamente e principalmente para os seus negócios. Necessitarão da Prefeitura que deverá fazer sua lição de casa renovando as ruas de comercio com imaginação e novo mobiliário confortável para todos, especialmente idosos ( Iguape é uma cidade de idosos), valorizando as construções centenárias, com calçadões para impedirem a passagem de caminhões que trincam , sujam esculhambam essas construções , além é claro de proibirem os luminosos, os painéis que tomam o frontal desses mesmos prédios . As autoridades do executivo e principalmente do legislativo terão alguma dificuldade, mas mesmo sem entenderem o sentido mais amplo da existência e da importância dos idosos numa sociedade, correrão atrás, pois o idoso, as matriarcas e patriarcas estarão na moda. Na verdade, em Iguape nunca saíram e quem não os respeitou ou os esqueceu, perdeu a eleição.

6) Iguape em 2013 poderá ser totalmente digitalizada via wireless se alguma boa alma entender a importância dessa iniciativa para o desenvolvimento sócio – econômico da cidade a curto e a médio prazos. De preferência com facilidades de acesso para financiamento de lap tops ou tablets para toda a população interessada. Ser uma cidade digital para acelerar a inclusão digital especialmente dos mais humildes é uma questão de justiça e inteligência dos gestores municipais. Não bastará oferecer inclusão nas escolas publicas ou privadas. Tem que ser para todos para que possam fazê-los em suas residências, nas praças , nos encontros , nos barzinhos e assim por diante. É assim que a juventude e as pessoas de todas as idades ,de um modo geral, hoje se movimentam. E a inclusão digital não necessita do formalismo da escola. Claro que a escola deve ter, é sua obrigação nos tempos de hoje, mas a habilidade digital deve ser tão própria da cidadania como um nome e sobrenome. Somente dessa forma Iguape irá parar de matar os seus talentos que hoje migram buscando oportunidades, porem sem preparo.

7) Com o crescente poder dos consumidores da Classe C, Iguape deverá se preparar com intensidade para ser o destino regional preferencial de turismo . Iguape, gradativamente poderá ser uma pauta de mídia free e de conteúdos nos blogs , jornais e revistas bem como em colunas que tratam de lazer, turismo, moda e qualidade de vida. Claro que para isso , autoridades , o povo, as ongs natureba etc e tal , deverão pressionar fortemente as operadores de celulares e de telefone fixo que hoje oferecem serviços bem menos que razoáveis mas com preços de excelência.

8) Os iguapenses continuarão a enaltecer as belezas naturais da cidade bem como o seu passado mas não com o mesmo ardor de há pouco. Neles haverá cada vez mais preocupação com o seu futuro pessoal e familiar bem como com o da cidade e estarão buscando uma saída de desenvolvimento para ela. Do jeito que ela está, não dá pra continuar. A busca da melhoria da sua auto – estima e do orgulho em ser ou ter se tornado iguapense estarão em pauta. Por outro lado, o sentimento de cidadania e o entendimento de que somente o morador de Iguape poderá melhor resolver os problemas da sua própria cidade e não um salvador da pátria, um ungido dos deuses etc e tal, criarão um sentimento agregador e de solidariedade que deverá permear toda essa comunidade e os seus mais lúcidos, respeitáveis e representativos cidadãos. As correntes politicas serão diluídas e as pequenas e mesquinhas vinganças terão uma boa oportunidade de serem substituídas pela construção do futuro. No entanto as politicas ambientais que submetem a cidade ainda se tornarão o garrote vil das melhores iniciativas e planos de desenvolvimento e estarão cada vez mais na berlinda e sob um olhar atento às suas bobagens nada agregadoras.

9)Em 2013 o amor estará no ar. Tem que estar, apesar de em Iguape os números de casamentos e divórcios não atestarem isso. O IBGE nos informa que Iguape tem o dobro de divórcios do Brasil bem como do Estado de São Paulo. Em 2004 houve 220 casamentos e 31 divórcios ou separações e a população era de 28.637 pessoas , segundo IBGE. Em 2008, últimos dados a respeito, tivemos 130 casamentos e 50 divórcios ou separações para praticamente a mesma população , 28.800 pessoas. Isto é, entre um ano e outro (4 anos) os casamentos foram reduzidos em 59% e os divórcios ou separações aumentaram em 62% para praticamente a mesma quantidade de habitantes. É bem verdade que a renda per capita cresceu, as pessoas aparentemente ficaram com melhor rendimento: em 2004 o PIB per capita em Iguape era de R$5.020,13 ( cinco mil e vinte reais e treze centavos) e em 2008 , R$7.245,00 ( sete mil duzentos e quarenta e cinco reais). Porem, a melhoria de renda aparentemente não segurou os casais. Em 2013 , os casais certamente estarão mais tolerantes e amadurecidos, compreendendo melhor suas caras metades e por fim entendendo que o difícil na vida depois das doenças terminais, é ficar sozinho sem alguém para compartilhar suas descobertas e surpresas, sua alegria de conviver, suas dúvidas e angustias, suas fragilidades, suas vulnerabilidades e a delicia que é se amar, amar e ser amado e que a vida é uma só, e o difícil é tudo aquilo que lhes disse e não exatamente ficar sem dinheiro. Nisto sempre deu-se um jeito.

10) Os pais terão oportunidade de serem educados, não importando o estado conjugal , sexo ou idade. E educarão seus filhos também. Essa é a ideia. Eles, em Iguape em 2013, começarão a não deixar essa importante responsabilidade a cargo da escola até porque não é essa a sua função. Professor tem por oficio ensinar. Os pais por missão, educar. Porem muitos não o sabem. Então de alguma forma, o Conselho Tutelar do Menor e do Adolescente, cujos membros são eleitos pela comunidade, deverá estar preocupado com essa iniciativa e se equipar para esse projeto. Será um trabalho preventivo (na valorização da família, dos filhos, da mulher, da cidadania, do trabalho, do mérito pelo próprio esforço e assim por diante) , pois educando os pais, teremos melhores filhos e então menos problemas para esse importante Conselho. Porem não me refiro a cursinhos religiosos. Nada contra religiosos mas é que essa educação deve ser laica como o estado deveria ser , mas não é de fato. Como dizia, deve ser um trabalho conduzido por especialistas em educação , em família , em convivência como pedagogos, sociólogos, psicólogos, pais etc etc e também filhos. Os professores, por sua vez, deixarão de se vitimizarem citando o tempo todo suas dificuldades salariais e de carreira. Muito ao contrário, irão estudar e prepararão melhor as suas aulas, faltarão menos seja o motivo que for e os diretores das escolas irão aprender gerência e a aplicarem para que suas escolas em qualquer nível e local, sejam um primor, um exemplo e orgulho para o bairro. A secretaria municipal de educação além dos recursos, providenciará avaliações periódicas dos professores e escolas com ampla divulgação na cidade e com premiações equivalentes. Deverá também investir fortemente na pré-escola, onde tudo começa. Hoje Iguape tem duas vezes e meia menos pré-escolas , segundo IBGE, que o Estado de São Paulo e duas vezes menos que o Brasil e aí estou contando o nordeste. Mamma mia! Em 2013 e para o todo e sempre, essa secretaria não permitirá de forma alguma que suas receitas sejam desviadas sob que motivo for. Controlará e zelará por esses recursos como se fossem o último prato de comida sobre a face da Terra.

11)Iguape de 2004 para cá, claro, melhorou sua renda per capita. Nos números publicados pelo IBGE , Iguape em 2004 tinha renda per capita ( ou pib per capita) de R$5.020,13 e em 2008, R$7.245,00. Um aumento de 44%. Impressionante! Porem Pariquera-Açu em 2004 tinha renda per capita de R$4.619,00 e em 2008 R$9.288,00. Um crescimento de 101%. Espetacular e sabemos porque (investimentos no hospital regional, por exemplo!!) Registro, a capital da região, em 2004 tinha de renda per capita 4.483,00 e em 2008 sua renda per capita era de R$8.824,00. Um crescimento também espetacular de 96%!!!. Comparando, no entanto, Iguape ficou mais pobre entre 2004 para cá. Em 2004, segundo o IBGE ( é importante sempre frisar esta fonte, absolutamente insuspeita) Iguape era em renda per capita, mais rica ( renda per capita era maior) que as duas cidades, Registro e Pariquera-açu. Iguape que já teve e há pouco tempo, renda maior que as duas , hoje está na sua rabeira. Impressionante a deterioração de renda. A que se deve isso? Muitas serão as causas e necessitaríamos de um fórum sério e informado para debatermos e consensarmos as principais causas. Porem duas eu ouso afirmar: as politicas ambientais e a destruição persistente , determinada e mesquinha das principais lideranças da cidade (sob os mais diversos motivos ) e consequentemente a desunião, a preocupação com seus próprios grupos e clãs, o engalfinhamento , a fogueira das vaidades insanas , a injúria, o maldizer, a infâmia e a difamação como praticas politicas de obtenção e manutenção do poder, assim afastando os melhores quadros que poderiam oferecer uma colaboração de melhor conteúdo e a miopia absoluta sobre o futuro da cidade. O discurso é de amor, mas os fatos mostram que poucos amam Iguape!

12) Em 2013 autoridades da Prefeitura e da Câmara deverão tomar muito cuidado com suas alianças e conchavos políticos, o povo estará mais que atento. Elas juntamente com outras organizações, sindicatos ou associações da cidade deverão evitar fazer declarações grandiosas sobre seus “valores” ou “cultura” , evitar falar de planos mirabolantes, evitar discursar sobre o passado dos seus parentes ilustres e passar, de forma proativa , a mostrar e provar que não têm nada a esconder, oferecendo evidências insofismáveis , inequívocas e claras sobre os fatos reais, polêmicos ou não, fazendo coisas simples que resolvam os problemas do povo e cujos custos e pagamentos sejam de uma total transparência e de fácil acesso a quem quiser ver. Vamos jogar as armas ao mar. Iguape mais do que nunca necessita da união da pessoas de bem. E elas não estão apenas num dos lados. Elas felizmente existem em todos os níveis e bairros, em todas as profissões e classes sociais, em todas as facções e partidos políticos. E não estou sendo ingênuo muito menos “natalino”. Chega de miopia e de se relacionar pelo fígado! Numa cidade tão desprovida de recursos, a integração, a colaboração e a união dessas pessoas em beneficio da cidade já seria uma ajuda e tanto. Alguém tem que começar pelo primeiro gesto às pessoas de bem. Que seja quem chegou ao poder em 2013 !

*em tupi – guarani. Em bom português, Iguape.

Feliz Natal e que em 2013 façamos mais, melhor e diferente. Inovemos. Assim teremos melhores e mais amplos resultados.

Nelson Jorge Leite é escritor e conselheiro de empresas. Consultor de empresas Pirelli, Rede Globo- Net , Hering, Rhodia, Camargo Correa, Cativa, Altenburg, Rovitex, Tex-Cotton, Lorenzeti, Papaiz, Ferrero-Rocher, Raphaella Booz, Coca-Cola e Kaiser etc. Especializou-se em desenvolvimento de mercados. Possui formação em Economia pela FEA/USP e em Marketing pela ESPM e Pós-graduação em nível de Especialização em MKT de Varejo pela Michigan University – Detroit USA
Anúncios

Uma resposta para “2013: 12 Extraordinárias Tendências (desejos?) em Ygya – pe*, Iguape.

  1. João Cabral Muniz

    Nelson Leite, as pessoas de bem, responsáveis e que pensam e desejam uma Iguape muito melhor, lhe agradecem pela brilhante matéria.
    Isso é contribuir para o desenvolvimento do município, mostrando números e dados confiáveis, apontando erros passados, tudo com isenção de ânimos políticos, pessoais e mesquinhos como temos observados em blogs que tentam fazer o mesmo.
    Fico feliz ao saber que ao final do meu governo (2004), Iguape tinha uma das melhores renda per capita da região, melhor que Registro e Pariquera, hoje perdemos para esses municípios. Em oito anos tornou-se uma das piores da região. Se olharmos os números da mortalidade infantil veremos uma relação parecida entre 2004 e 2008.
    A sua matéria deverá embasar muitas decisões do futuro governo.
    Grato. Parabéns.
    Cabral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s