Calor de 43 graus e poeira africana sufocam país – “todos os recordes anteriores foram quebrados”

O país está “sufocado” devido à onda de calor inicial, como dizem os meteorologistas, e a EMY emitiu um alerta de emergência para eventos perigosos, alertando para temperaturas muito elevadas até sexta-feira.

Hoje quarta-feira e amanhã quinta-feira são os dias mais “perigosos”, prevendo-se temperaturas elevadas no continente grego, principalmente nas regiões centro e sul, que não são afetadas pela brisa marítima.

Nota-se que a temperatura mínima varia muito de 26 a 29 graus Celsius.

Na Ática, a temperatura máxima varia de 40 a 41 graus Celsius

O país está queimando

Em particular, segundo a EMY, são esperadas hoje temperaturas muito elevadas, enquanto as condições favorecem o transporte da poeira africana em todo o país.

Os ventos serão de oeste 3 a 4, sul 4 a 5, interior 6 Beaufort. Ventos de 3 a 4 Beaufort no Egeu Norte.

A temperatura aumentará e flutuará muito. Em particular, varia de 37 a 39 graus nas áreas continentais do norte e até 40 graus Celsius na Macedônia central.

38 a 40 graus na Estíria Ocidental e Peloponeso Ocidental, 41 a 42 graus na Tessália, Estíria Oriental e Peloponeso Oriental, e 43 graus Celsius principalmente na Estíria Oriental.

As temperaturas variam de 35 a 37 graus Celsius na nação insular, 38 a 39 graus Celsius nas ilhas orientais do Egeu e do Dodecaneso, e 40 a 42 graus Celsius no interior, em Creta.

Na Ática, as temperaturas máximas atingem 40 a 41 graus Celsius no interior, enquanto nas zonas costeiras são 3 a 5 graus mais baixas. Nota-se que a temperatura mínima varia muito de 26 a 29 graus Celsius.

Tempo em detalhes

Macedônia, Trácia
Tempo: Geralmente claro com nuvens claras.
Vento: Variável 2 a 4 Beaufort.
Temperatura: 24 a 37 a 39 e 40 graus Celsius na Macedônia Central.

Ilhas Jônicas, Epiros, Estíria Ocidental, Peloponeso Ocidental
Tempo: Geralmente claro com nuvens claras.
Vento: Oeste Sudoeste 3 a 4 Beaufort.
Temperatura: 25 a 35 a 37 nas Ilhas Jônicas, 38 a 39 no continente e 40 graus Celsius em alguns lugares.

READ  Gipseli: Bastão contra a polícia no centro da cidade de Atenas - Vídeo chocante

Estíria Oriental, Evia, Peloponeso Oriental
Tempo: Geralmente claro com nuvens claras.
Vento: Oeste 3 a 5 Beaufort.
Temperatura: 25 a 41 a 42 e localmente 43 graus Celsius.

Cíclades, Creta
Clima: Geralmente ensolarado.
Vento: Oeste 4 a 6 Beaufort.
Temperatura: 26 a 35 a 37 e em Creta 40 a 42 graus Celsius.

Ilhas Egeias Orientais – Dodecaneso
Clima: Geralmente ensolarado.
Vento: Sudoeste 3 a 4 Beaufort. 4 a 5 no sudoeste-noroeste e 6 no interior até Beaufort.
Temperatura: 26 a 38 a 39 graus Celsius.

Nos últimos 12 meses, todas as regiões do mundo tiveram uma média de 26 dias de calor extremo

Tessália

Tempo: Geralmente claro com nuvens claras.
Vento: Oeste 3 a 4 Beaufort.
Temperatura: 25 a 40 a 41 e localmente 42 graus Celsius.

Ática
Tempo: Geralmente claro com nuvens claras.
Vento: Variável 3 a 4 e Oeste Oeste 4 a 5 Beaufort.
Temperatura: 26 a 40 a 41 graus Celsius, com máxima de 3 a 5 graus mais baixa na costa leste.

Salónica
Tempo: Geralmente claro com nuvens claras.
Ventos: Variáveis ​​2 a 4 e temporários de sudeste a 4 Beaufort.
Temperatura: 25 a 38 graus Celsius.

Primeira vez…

De acordo com o meteorologista da ERT, Panagiotis Giannopoulos, “Não houve onda de calor no país antes de 19 de junho do século 20. Houve várias ondas de calor em junho do século 21, por exemplo em ’07, ΄10, ΄16, ΄ 17 e ΄21, mas todos aconteceram depois de 15 de junho”.

Devido às alterações climáticas, estima-se que as ondas de calor se tornarão mais frequentes no futuro, quebrando recordes negativos uma após a outra.

“Com as temperaturas já na semana passada nos primeiros dez dias de junho, os recordes anteriores foram quebrados”, aponta o meteorologista Kostas Lagovartos, diretor de pesquisa do Observatório Nacional de Atenas.

Segundo dados de um estudo realizado por quatro organizações climáticas globais nos últimos 12 meses, de maio de 2023 a maio de 2024: 6,3 bilhões de pessoas, o equivalente a 78% da população mundial, experimentaram pelo menos 31 dias de calor extremo. , conforme relatado por Erdnews. Vale ressaltar que nos últimos 12 meses, todas as regiões do mundo tiveram em média 26 dias de calor extremo, o que não teria sido registrado antes na ausência das mudanças climáticas.

READ  A "borboleta" grega, Vangelis Rochamis, morreu

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *