Folia, descanso ou meditação

de Antonio Rochael *

O Carnaval é na verdade uma marca indelével do povo brasileiro. É por isso que para muitos, o ano só começa após os festejos carnavalescos.

Todos participam direta ou indiretamente desses festejos, seja acompanhando os desfiles de escolas de samba, sambando em um bloco de rua ou escapando para uma praia, montanha ou mesmo viajando para o interior do país ou do seu estado a procura de paz, tranquilidade e meditação.

Portanto, lembrar que o Carnaval tem sempre componentes próprios, como o álcool e a maldita droga de toda natureza para uma sensação de vale-tudo.

Nos últimos anos, há fortes campanhas em prol do uso dos preservativos, fazendo conscientizar os jovens e adultos do perigo das doenças infecciosas e transmissíveis.

É importante que se diga que as pessoas avaliem o efeito de tudo, suas causas, como qualquer outro produto, pois suas conseqüências poderão ser penosas e de grande prejuízo estragando a festa e a própria saúde e do seu amigo ou amiga. Se a opção for viajar, evite a noite, pois o consumo de álcool torna o trânsito perigoso. Além disso, combinar noite sem dormir em bailes ou outros festejos com viagem subseqüentes é um desrespeito a sua vida e a dos outros.

Muitas pessoas que prezam a segurança, o conforto e a saúde procuram minimizar os problemas, evitando não entrar em conflitos, com amigos e mesmo com desconhecidos durante os folguedos carnavalescos. Com isso, ficando mais à vontade para consumir bebidas como o álcool sem o risco de acidente e confusões. Por lado temos o descanso ou meditação, que nos levam a avaliar a nossa vida com Deus, rezando.

Pensar que o Carnaval é apenas um momento onde o povo brasileiro, possa se esbaldar, brincar, sambar, cantar, mas com muita cautela, não procure descontar nos outros a sua insatisfação com a vida.

Viva o Carnaval iguapense, ao som do “Zé Pereira” e no batuque das Escolas de Samba com muita alegria e paz no coração, mesmo que, infelizmente seja, com as máquinas sonoras em decibéis acima da média permitida por lei e nas fórmulas ilegais do espaço cultural e reservado ao Patrimônio Histórico do nosso município, não ultrapassem as regras, por favor.

Tenha bons momentos de entretenimento nesse Carnaval de 2012 meu amigo leitor, folião e cidadão iguapense.

Antonio Rochael é professor e sociólogo

Iguape-SP e-mail: antoniorochael@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s