Um ciclo de desvio de dinheiro das contas bancárias dos cidadãos foi removido

Oito homens e uma mulher foram detidos na sequência de uma investigação relacionada realizada pela Subdirecção de Segurança de Serres sobre 16 casos de fraude cometidos em várias partes da Grécia no primeiro trimestre de 2022. A organização engana sistematicamente cidadãos desavisados ​​e desvia dinheiro das suas contas bancárias. Os detidos fingiram ser empresas, negócios ou pessoas singulares, contabilistas ou potenciais compradores/clientes e extraíram dados das suas contas bancárias eletrónicas (nome de utilizador, código de login, códigos OTP) com vários truques. Depois, transferiram o dinheiro para as contas bancárias das pessoas que “recrutaram” para uma recompensa em dinheiro, e conseguiram extorquir um total de 305.789 euros às vítimas.

Conforme relatado pelas autoridades policiais, um total de 16 casos de fraude ocorreram em diferentes partes da Grécia entre Janeiro e Março de 2022, nomeadamente:

* 7 Na Ática,

* 3 Tessalônica e

* Um em Grevena, Evros, Evia, Kefalonia, Florina e Chania.

O arquivo gerado foi submetido ao Ministério Público de Ceres. O processo identificou 15 pessoas, beneficiárias de contas bancárias, cujos dados foram identificados. As investigações policiais estão em andamento para identificar os membros desconhecidos da organização e seu envolvimento em outras atividades criminosas semelhantes.

READ  No Mission Hotel, o Embaixador Grego

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *