Programação de abril a junho da Oficina Cultural Gerson de Abreu

Confira a programação das atividades na Sede, em Iguape, e também as datas e locais das atividades que acontecem em diversas outras cidades da região.

ARTES PLÁSTICAS
OFICINA DE CRIAÇÃO DE BONECOS E BICHOS DE SAIA

Coordenação: Manoel Santos.

28/4 a 23/6 – sábados – 14h às 17h (exceto 5/5, 2 e 9/6).

Público: crianças de 7 a 13 anos.
Inscrições: 2 a 27/4.

Seleção: primeiros inscritos.

21 vagas.

A oficina apresentará técnicas de confecção e manipulação de bonecos com papel machê. Os participantes criarão personagens baseados em uma pesquisa sobre a tradição carnavalesca da região e a história de blocos da cidade.

Formado em Pedagogia e graduando em Artes, Manoel Santos é professor de Artes e produtor cultural em eventos no município, com destaque para a tradicional Festa de Agosto e o festival de cultura tradicional Revelando São Paulo.

EXPOSIÇÃO: É HORA DE VOAR

Di Monique Novaes

Abertura: 1/6 – sexta-feira – 21h.

Visitação: 2 a 30/6 – segunda a sexta-feira – 9h às 22h; sábado – 9h às 11h e 14h às 16h.
Indicação: livre.

A exposição apresenta obras feitas a partir de materiais reutilizados de despojos de construção e vários tipos de objetos descartados. A artista Di Monique Novaes utiliza diversas técnicas de pintura, colagem, mosaico, entre outras, para tratar de temas que remetem à simplicidade da vida. O Duo Jazz realizará um pocket show na abertura da exposição.

PROJETO ESPELHO D’OLHO: INTERVENÇÃO ARTÍSTICA – PROCESSO DE CRIAÇÃO E INSTALAÇÃO

Coordenação: Samara Costa.

13 a 16/6 – quarta a sexta-feira – 15h às 18h | sábado – 9h às 12h e 14h às 17h.

Público: jovens interessados em formas diferenciadas de expressão artística, a partir de 13 anos.
Inscrições: 2/4 a 12/6.

Seleção: primeiros inscritos.

15 vagas.

A partir de uma reflexão sobre o meio em que vivem e questões sobre a identidade, os participantes serão conduzidos na realização de experimentos plásticos que servirão de base para um projeto de intervenção artística na região.

Samara Costa é artista plástica, formada pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e pós-graduada pela Universidade Anhembi Morumbi. Desenvolve trabalhos de produção cultural, arte-educação e mediação em vários projetos e instituições, como a Fundação Bienal de São Paulo, Coletivo ALMA Ambiental e Projeto Escola Aberta da Secretaria da Educação do Município de São Paulo.

AUDIOVISUAL
OFICINA DE ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO E CONTINUIDADE

Coordenação: Eduardo Aguilar.

5 a 27/6 – terças e quartas-feiras – 18h30 às 21h30.

Público: interessados em audiovisual partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 20/05.

Seleção: questionário.

20 vagas.

A oficina propõe estabelecer uma aproximação teórica e prática com as funções de assistente de direção e continuísta em produções audiovisuais. Entre outros, serão abordados temas como: noções da linguagem cinematográfica, eixo de câmera, organograma de filmagem e preparação do set de filmagem.

Eduardo Aguilar é cineasta, pesquisador e coordenador pedagógico do Senai na área de audiovisual. Foi assistente de Carlos Reichenbach e produziu e dirigiu onze curtas, dentre eles o premiado “Puta Solidão” (2000).

MASTER CLASS COM CARLITO SALVATORE: A IDEIA INICIAL, O ROTEIRO, A DIREÇÃO

Coordenação: Carlito Salvatore.

14/6 – quinta-feira – 18h30 às 21h30.

Público: interessados em audiovisual partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 30/05.

Seleção: questionário.

20 vagas.

Durante o encontro serão abordadas questões sobre o processo de criação e produção cinematográfica, partindo do surgimento de uma ideia até a adaptação para a realização de um filme. O coordenador ilustrará a dinâmica com a apresentação de seus dois curtas-metragens: “Eu, o Lixo, Ela… e Algumas Surpresas!!!” e “O Banheiro da Casa do Meu Amigo”.

Carlito Salvatore é cineasta com formação em Roteiro e Direção pela EICAR – École Internationale de Création Audiovisuelle et Réalisation, na França. Ator formado pela Escola de Arte Dramática da ECA-USP, atuou em peças dirigidas por importantes diretores, como Francisco Medeiros, Moacir Góes e Neyde Veneziano.

FOTOGRAFIA
WORKSHOP: PASSEIO FOTOGRÁFICO EM IGUAPE

Coordenação: Christopher Eudes.

28/4 – sábado – 9h às 12h e 14h às 17h.

Público: interessados em fotografia, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2 a 20/04.

Seleção: questionário.

15 vagas.

A atividade tem por objetivo aprimorar o olhar e o senso estético dos participantes por meio da prática fotográfica, tomando o centro histórico da cidade de Iguape como tema de um ensaio.

Christopher Eudes é jornalista formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Fotógrafo do “Jornal da Manhã”, de Ponta Grossa, possui fotos publicadas em diversos veículos e, desde 2008, é fotógrafo oficial do Festival Nacional de Teatro, realizado pela UEPG.

OFICINA DE INICIAÇÃO AO TRATAMENTO DE IMAGENS DIGITAIS

Coordenação: Malcolm.

2 a 25/5 – quartas e sextas-feiras – 18h30 às 21h30.

Público: interessados a partir de 16 anos.
Inscrições: 2 a 30/4.

Seleção: primeiros inscritos.

15 vagas.

Oficina de iniciação ao tratamento de fotos e imagens digitais que apresentará recursos básicos de softwares de edição para correção de tamanho, cor, brilho, contraste e pequenas distorções.

Fotógrafo, cinegrafista e videomaker, Malcolm realiza trabalhos e ministra oficinas na área de edição de imagem e softwares.

HISTÓRIAS EM QUADRINHOS
OFICINA DE HISTÓRIAS EM QUADRINHOS

Coordenação: Rodrigo Okuyama.

5/5 a 30/6 – sábados – 9h às 12h.

Público: interessados em desenho e HQ, a partir de 13 anos.
Inscrições: 2/4 a 4/5.

Seleção: primeiros inscritos.

15 vagas.

A partir do estudo de importantes obras em quadrinhos de diferentes países e técnicas de desenho e encadernação, os participantes serão orientados a produzir histórias em quadrinhos autorais que possam ser publicadas em fanzines artesanais.

Rodrigo Okuyama é arquiteto e urbanista formado pela USP. É ilustrador premiado e fanzinista com reconhecimento internacional: com a obra de quadrinhos “La Permura”, foi selecionado para participar da exposição Even my Mum Can Make a Book, na Turquia.

MÚSICA
OFICINA DE INICIAÇÃO MUSICAL PARA EDUCADORES

Coordenação: Darli Ventura Paulillo.

28/4 a 16/6 – sábados – 9h às 12h e 14h às 17h (exceto 5 e 19/5, 2 e 9/6).

Público: educadores e músicos.
Inscrições: 2 a 20/04.

Seleção: carta de interesse.

30 vagas.

A oficina tratará de questões a respeito da incorporação da música no currículo escolar e da aplicação musical em sala de aula, abordando temas como audição/apreciação, atividades rítmicas e melódicas, vivências corporais e brincadeiras musicais.

Darli Ventura Paulillo é bacharel em Música pela Unicamp e trabalha na área de educação musical. Atualmente é professora no Conservatório de Tatuí e tutora do Curso de Educação Musical da UFSCar.

POCKET SHOW: DUO JAZZ

Duo Jazz (Fúlvio de Oliveira e Felipe Godoy).

1/6 – sexta-feira – 21h.

Indicação: livre.
50 lugares.

Na abertura da exposição “É Hora de Voar”, o Duo Jazz, formado pelos guitarristas Fúlvio de Oliveira e Felipe Godoy, apresenta um repertório com músicas dos maiores nomes do jazz e da bossa nova, como Charlie Parker, Miles Davis, John Coltrane, Jaco Pastorius, Heraldo do Monte, Tom Jobim, entre outros.

ENSAIO ABERTO E SHOW: KROMA – QUARTETO DE GUITARRAS ELÉTRICAS

Quarteto Kroma.

29/6 – sexta-feira.

Ensaio aberto – 17h às 19h.

Apresentação – 21h.

Indicação: livre.
50 lugares.

Com um repertório que vai do popular ao erudito, passando pelo rock, blues, jazz, baião, chorinho e moda de viola, o grupo Kroma apresentará sua releitura particular de obras adaptadas para guitarras elétricas. Formado pelos músicos Heraldo Paarmann, Alexandre “Spiga”, Igor de Bruyn e Alexandre de Orio, o grupo foi indicado, em 2010, para o projeto Mostra Guitarras do Brasil como referência da evolução da estética da guitarra elétrica brasileira na década de 2000.

PATRIMÔNIO CULTURAL
PROJETO “MONITORIA CULTURAL”

Ciclo de atividades integradas com o objetivo de promover a formação na área de monitoria cultural, abordando temas como cultura caiçara, história da região, patrimônio imaterial e arte sacra.

Informações gerais:

Público: interessados a partir de 16 anos.
Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas por atividade.

►PALESTRA: A CULTURA CAIÇARA

Palestrante: Dauro do Prado.

26/4 e 24/5 – quintas-feiras – 18h30 às 21h30.
Inscrições: 2 a 25/4.

Dividida em dois módulos, a palestra abordará as origens e manifestações que caracterizam a cultura caiçara, bem como seus reflexos na dinâmica do município, apresentando instrumentos para construção de roteiros culturais que valorizem tais manifestações.

Dauro do Prado é monitor ambiental, atuando desde 1990 junto às comunidades caiçaras da Juréia. É membro da Rede Caiçara de Cultura e fundador da AJJ – Associação Jovens da Juréia, onde desenvolve projetos socioculturais e oficinas de confecção de instrumentos musicais, artesanato, culinária e fandango.

►PALESTRA: IGUAPE – NOSSA HISTÓRIA

Palestrante: Henrique Zollner.

5/5 e 2/6 – sábados – 9h às 13h.

Inscrições: 2/4 a 4/5.

Com o objetivo de despertar o interesse dos habitantes do município pelo patrimônio histórico, a palestra apresentará um pouco da história e lendas de Iguape junto a um roteiro turístico que permitirá aos participantes conhecer os locais mencionados durante a atividade.

Henrique Zollner é professor e ator, com participação em vários espetáculos de teatro amador, com destaque para “E Assim se Fez Princesa”, peça que conta a história de Iguape. Ministra palestras motivacionais em escolas, orientando os alunos nas vocações a serem seguidas.

►WORKSHOP DE HISTÓRIA ORAL

Coordenação: Elisandra Gasparini.

18 e 19/5 – sexta-feira e sábado – 9h às 12h e 14h às 17h.

Inscrições: 2/4 a 17/5.

Tomando a tradição oral como meio de preservação da história local e da memória individual e coletiva, o workshop pretende incentivar os participantes à pesquisa e à valorização da cultura da região.

Graduada em História pela PUC-SP, Elisandra Gasparini possui formação complementar em História Oral pela USP. Foi pesquisadora e coordenadora do setor de História Oral do Memorial do Imigrante.

►WORKSHOP: O PATRIMÔNIO SACRO DE IGUAPE

Coordenação: Andréa Zabrieszach.

22 e 23/6 – sexta-feira e sábado – 9h às 13h e 14h30 às 18h30.

Inscrições: 2/4 a 21/6.

Por meio de um enfoque histórico, o workshop abordará as características arquitetônicas e estilísticas das igrejas e da arte sacra da cidade, bem como costumes, tradições e festividades religiosas locais.

Graduada em Museologia com pós-graduação em História, Cultura e Sociedade, Andréa Zabrieszach é museóloga do Museu de Arte Sacra de São Paulo e professora do Curso Técnico de Museus da Etec do Parque da Juventude.

►ENCONTRO: BATE-PAPO CAIÇARA

Coordenação: Amir Oliveira.

28/6 – quinta-feira – 18h30 às 21h30.

Inscrições: 2/4 a 27/6.

Permeado pela contação de causos e pelo toque da viola, o encontro tratará do cotidiano e da produção cultural dos habitantes do litoral sul com destaque para os artesãos que confeccionam instrumentos musicais típicos do fandango, como a rabeca, a viola caiçara, o machete e a caixa de folia.

Amir Oliveira é folclorista e contador de causos. Autor do livro “Lendas e Histórias de Cananéia”, é Membro da Comissão Paulista de Folclore e de associações e grupos de resgate e valorização da cultura caiçara, como o Grupo de Fandango Batido São Gonçalo e a Associação de Cultura Caiçara.

ATIVIDADE EXTERNA
GESTÃO CULTURAL
OFICINA DE PRODUÇÃO E MONTAGEM DE EXPOSIÇÕES

Coordenação: Hiro Kai.

24 a 26/4 – terça a quinta-feira – 9h às 13h e 14h30 às 18h30.

Público: gestores, funcionários de instituições culturais e demais interessados a partir de 16 anos.
Inscrições: 2 a 23/4.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Centro Cultural Roberto Gomes Colaço: Rua Major Moutinho, 200 – Iguape (SP).

Esta oficina tem por objetivo apresentar o processo de montagem de uma exposição de arte, desde o seu planejamento até sua execução. A partir de projetos e plantas arquitetônicas de exposições reais, os participantes poderão conhecer e discutir as dificuldades e desafios relativos à atividade expográfica.

Formado em Educação Artística pela FAAP, Hiro Kai coordenou a montagem de diversas exposições, dentre elas a III Bienal Mercosul e a 26º Bienal Internacional de SP, e desenvolveu projetos de restauro, conservação, climatização, iluminação e montagem em espaços como Tanseisha (Japão), Japanese American National Museum (EUA) e Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil.

ATIVIDADES NA REGIÃO
BARRA DO TURVO
TEATRO
ESPETÁCULO: SONHEI EM SER PALHAÇO

Cia. BuBiÔ FicÔ LÔ!.

26/4 – quinta-feira – 10h.

Indicação: livre.
100 lugares.
Local: Escola Maria Isabel Mota Ferreira: Rua Gonçalo Bueno da Cruz, 221 – Barra do Turvo (SP).

O espetáculo conta a história de um garoto que sonhava em ser palhaço. Junto ao palhaço Tuingo, ele embarca em uma divertida jornada pelo universo circense, repleta de acrobacias, malabarismos, música e diversão. A Cia. BuBiÔ FicÔ LÔ! trabalha com as diversas linguagens que o palhaço pode apresentar (esquetes tradicionais e musicais, habilidades acrobáticas) e é composta por Nico Serrano, Glauber Pereira e Willian Filho.

CAJATI
TEATRO
OFICINA DE INICIAÇÃO TEATRAL

Coordenação: Elaine Cristina Ribeiro.

20/4 a 15/6 – sextas-feiras – 19h às 22h.

Público: interessados a partir de 14 anos.

Inscrições: 2 a 19/4.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Departamento de Cultura: Avenida Fernando Costa, 925 – Cajati (SP).

Atividade de iniciação teatral para jovens que busca incentivar o trabalho cênico, trabalhando a sensibilização e a desinibição por meio de jogos teatrais e exercícios corporais e vocais.

Elaine Cristina Ribeiro é educadora, produtora e atriz; integrou o Grupo Caixa Preta de Teatro e participou do Festival Abril pra Cena em 2010 e 2011.

CANANÉIA
GESTÃO CULTURAL
OFICINA DE MUSEOLOGIA E MUSEOGRAFIA

Coordenação: Pedro Federsoni e Silvana Calixto.

16 a 20/4 – segunda a sexta-feira – 8h às 12h.

Público: educadores, monitores e demais interessados a partir de 16 anos.

Inscrições: 2 a 13/4.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Museu Municipal Victor Sadowski: Rua Tristão Lobo, 78 – Cananéia (SP).

A oficina apresentará os conceitos básicos que envolvem a gestão de museus. Passando pelas atividades administrativas, pedagógicas e expográficas, serão abordadas também as práticas de documentação e manutenção de acervo.

Pedro Federsoni e Silvana Calixto são biólogos e especialistas em Museologia, com experiência na formação de monitores para museus e no atendimento de público especial. São pesquisadores de Museologia e Educação Ambiental no Museu do Instituto Adolfo Lutz, onde desenvolvem projetos de inclusão e acessibilidade, com produção de materiais didáticos para o público especial.

ILHA COMPRIDA
FOTOGRAFIA
WORKSHOP DE INICIAÇÃO FOTOGRÁFICA

Coordenação: Christopher Eudes.

5/5 – sábado – 9h às 12h e 14h às 17h.

Público: interessados a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 4/5.

Seleção: primeiros inscritos.

15 vagas.

Local: Centro Cultural Plínio Marcos: Avenida São Paulo, 1000 – Ilha Comprida (SP).

O workshop abordará conceitos básicos de fotografia, descrevendo os diferentes tipos de equipamento, aspectos técnicos, opções de enquadramento, preparação e registro da imagem. A atividade será complementada por uma saída fotográfica para que os participantes possam colocar em prática os conhecimentos adquiridos.

Christopher Eudes é jornalista formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Fotógrafo do “Jornal da Manhã”, de Ponta Grossa, possui fotos publicadas em diversos veículos e, desde 2008, é fotógrafo oficial do Festival Nacional de Teatro, realizado pela UEPG.

IPORANGA
GESTÃO CULTURAL
OFICINA DE ELABORAÇÃO DE ROTEIROS TURÍSTICOS HISTÓRICO-CULTURAIS

Coordenação: Alessandra Martins.

16/5 – quarta-feira – 8h às 12h e 13h às 17h;

17/5 – quinta-feira – 8h às 13h;

28/5 – segunda-feira – 8h às 12h e 13h às 16h.

Público: monitores ambientais e culturais e demais interessados a partir de 16 anos.

Inscrições: 2/4 a 15/5.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Fábrica de Cultura: Rua Carlos Nunes, 91 – Iporanga (SP).

A oficina pretende capacitar e instrumentalizar agentes relacionados ao turismo e às atividades culturais do município para a formatação de roteiros histórico-culturais. Os projetos de roteiros desenvolvidos durante a atividade serão testados pelo grupo na prática.

Alessandra Martins é formada em Turismo pela PUC-Campinas e Fatec-SP. É professora e coordenadora do curso técnico em Turismo Receptivo e do Laboratório de Turismo no Centro Paula Souza. Desenvolveu projetos e prestou consultoria na área para diversas instituições, como Senac, Cooperativa de Assessoria Técnica Integral do Vale do Ribeira e Ministério do Meio Ambiente.

ITAOCA
TEATRO
ESPETÁCULO: SONHEI EM SER PALHAÇO

Cia. BuBiÔ FicÔ LÔ!.

19/4 – quinta-feira – 15h.
Indicação: livre.
100 lugares.
Local: Escola Elias Lajes Magalhães: Avenida Independência, 150 – Itaoca (SP).

O espetáculo conta a história de um garoto que sonhava em ser palhaço. Junto ao palhaço Tuingo, ele embarca em uma divertida jornada pelo universo circense, repleta de acrobacias, malabarismos, música e diversão. A Cia. BuBiÔ FicÔ LÔ! trabalha com as diversas linguagens que o palhaço pode apresentar (esquetes tradicionais e musicais, habilidades acrobáticas) e é composta por Nico Serrano, Glauber Pereira e Willian Filho.

ITARIRI
ARTES PLÁSTICAS
OFICINA DE DESENHO

Coordenação: Ângelo Silvano.

19/4 a 28/6 – quintas-feiras – 18h às 21h (aulas extras: 20 e 27/6 – quartas-feiras).

Público: interessados a partir de 13 anos.
Inscrições: 2 a 17/4.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Escola Municipal Padre Leonardo Nunes: Rua José Ferreira Franco, 382 – Itariri (SP).

Iniciação às técnicas de desenho de observação a partir da figura humana e objetos cotidianos. Por meio de atividades práticas, serão apresentados os elementos e conceitos fundamentais do trabalho visual, como luz e sombra, volume, perspectiva, composição, dentre outros.

O artista plástico Ângelo Silvano, formado em Pedagogia e Arte-Educação, estudou desenho, pintura e xilogravura no Brasil e no Japão. Expôs no Vale do Ribeira, na Baixada Santista, na cidade de São Paulo e também no exterior.

JACUPIRANGA
TEATRO
OFICINA DE INICIAÇÃO TEATRAL

Coordenação: Elaine Cristina Ribeiro.

18/4 a 6/6 – quartas-feiras – 19h às 22h.

Público: interessados a partir de 14 anos.

Inscrições: 2 a 17/4.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Prefeitura Municipal de Jacupiranga: Avenida Hilda Moring de Macedo, 777 – Jacupiranga (SP).

Atividade de iniciação teatral para jovens que busca incentivar o trabalho cênico, trabalhando a sensibilização e a desinibição por meio de jogos teatrais e exercícios corporais e vocais.

Elaine Cristina Ribeiro é educadora, produtora e atriz; integrou o Grupo Caixa Preta de Teatro e participou do Festival Abril pra Cena em 2010 e 2011.

JUQUIÁ
ARTES PLÁSTICAS

OFICINA DE DESENHO

Coordenação: Marcos Schmidt.

18/4 a 6/6 – quartas-feiras – 14h às 17h.

Público: interessados a partir de 13 anos.
Inscrições: 2 a 17/4.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Casa da Cultura: Rua 10 de Abril, s/nº – Juquiá (SP).

A atividade abordará o desenho e suas possibilidades expressivas por meio de exercícios de composição, estimulando o participante a aprimorar sua capacidade de representação pela linguagem artística.

Marcos Schmidt é ilustrador autodidata. Desde a década de 80 apresenta seus trabalhos em mostras e salões, além de ter obras veiculadas em diversas publicações, como “Caros Amigos”, “Jornal Cruzeiro do Sul”, “Estado de S. Paulo” e “Folha de S.Paulo”.

MIRACATU
TEATRO

OFICINA DE INTERPRETAÇÃO

Coordenação: Menon de Sá.

17/4 a 26/6 – terças-feiras – 18h às 21h.

Público: interessados a partir de 15 anos.
Inscrições: 2 a 16/4.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Centro Cultural: Rua 11 de Junho, 350 – Miracatu (SP).

A oficina tem como objetivo desenvolver a capacidade de cada jovem para a expressão dramática, por meio da leitura de textos teatrais, exercícios de interpretação e experimentação de montagem de cenas.

Menon de Sá, ator formado pelo Indac, teve atuação elogiada pelo jornal “Folha de S.Paulo” no espetáculo “Histórias pra Ninar Gente Grande”, com direção de Flávia Pucci. Participou também de leituras dramáticas no projeto “Caixa Cênica” da Caixa Cultural.

PARIQUERA-AÇU
MÚSICA

OFICINA DE BATE-LATA

Coordenação: Tuta.

28/4 a 30/6 – sábados – 14h às 17h.

Público: interessados a partir de 13 anos.
Inscrições: 2 a 27/4.

Seleção: primeiros inscritos.

30 vagas.

Local: Escola Estadual Professor Manoel Camillo Júnior: Rua Pedro Bonne, 317 – Pariquera-Açu (SP).

Introdução ao universo musical por meio da prática de percussão com instrumentos confeccionados pelos próprios participantes a partir de materiais alternativos e sucata.

Tuta é músico e compositor, com atividades desenvolvidas junto aos projetos Amigos da Escola e Escola da Família. Atua na constituição de fanfarras em escolas estaduais e municipais e há mais de 20 anos participa do carnaval iguapense como ritmista, intérprete e compositor.

REGISTRO
TEATRO

OFICINA DE TEATRO

Coordenação: Fernando Barbosa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s