Oficina Cultural Gerson de Abreu – programação de julho a setembro de 2012

Inscrições já estão abertas

Oficinas na sede, neste trimestre, envolvem atividades em arte plásticas, audiovisual, cultura urbana, música e teatro. Em Ilha Comprida, Barra do Chapéu, Sete Barras e Cajati a OC Gerson de Abreu promove oficinas em música, em Cananeia, haverá oficinas com a temática Acervos Culturais e em Iporanga Gestão Cultural. Em Itariri, oficinas sobre Cultura Tradicional. Em Juquiá, oficinas com Dança e em Miracatu, oficinas sobre Poesia Falada. Todas as atividades são gratuitas, confira a programação abaixo.

ARTES PLÁSTICAS

EXPOSIÇÃO: RASTROS E SILÊNCIO

Angelo Gill
27/7 a 31/8
Visitação: segunda a sexta-feira – 9h às 22h | sábados – 9h às 13h
Visitas monitoradas: 28 e 29/8 – terça e quarta-feira – 9h às 12h e 14h às 17h
Indicação: livre

“Rastros e Silêncio” é uma instalação que utiliza música e materiais de refugo da natureza, como troncos de árvores e galhos de palmeiras, para promover a reflexão sobre o problema da interferência desmedida do homem no meio ambiente.

Angelo Gill é artista visual autodidata, formado em Pedagogia e pós-graduado em Arte-Educação pela USP. Estudou com o pintor e escultor Osni Branco no Japão, país onde expôs diversas vezes e conquistou duas medalhas de prata.

WORKSHOP DE HISTÓRIA DA ARTE E CULTURA

Coordenação: André Rigatti
24 e 25/8 – sexta-feira – 14h às 17h e 18h às 21h | sábado – 9h às 12h e 14h às 17h
Público: jovens e adultos
Inscrições: 16/7 a 23/8
Seleção: primeiros inscritos
30 vagas

Durante o workshop serão abordados elementos fundamentais de leitura da história da arte divididos em dois módulos: no primeiro, será apresentada uma linha do tempo da história da arte, passando pelos principais movimentos artísticos; no segundo, um panorama da arte contemporânea.

Mestre em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina, o artista e professor André Rigatti expôs suas obras em espaços importantes como o Centro Universitário Maria Antonia, em São Paulo, o Museu de Arte Contemporânea do Paraná e o Museu Oscar Niemeyer em Curitiba.

AUDIOVISUAL

EXIBIÇÃO DO DOCUMENTÁRIO “SANTA FÉ” E BATE-PAPO COM O DIRETOR

Coordenação: Alessandro Cruz
27/7 – sexta-feira – 18h30 às 21h30
Público: interessados em geral
Inscrições: 16 a 27/7
Seleção: primeiros inscritos
30 vagas

Exibição do documentário “Santa Fé” (2006), que registra a Festa do Senhor Bom Jesus de Iguape e tece paralelos entre a história da cidade e a vida dos habitantes: romeiros, comerciantes e outros que traduzem o modo de vida caiçara. Após a projeção, o diretor Alessandro Cruz conversará com a plateia sobre o processo de realização de seu filme.

Alessandro Cruz é produtor e diretor de documentários, iluminador teatral e coordenador do Núcleo de Artes Cênicas do CAMPSV, em São Vicente. Entre outros trabalhos, dirigiu e roteirizou o documentário “Minha Terra, Uma Estrada”, fotografou em 16mm o média “Preciosa Rubiácea” e produziu um filme institucional para o Balé da Cidade de Santos.

 

 

CÂMERA MALDITA: OFICINA DE HORROR INDEPENDENTE

Coordenação: Grupo pelospublicos
25 a 29/9 – terça a sexta-feira – 17h30 às 21h30 | sábado – 9h às 13h e 14h às 18h
Público: interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 16/7 a 24/9
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

Uma experiência cinematográfica de horror é a proposta dessa oficina. A partir da apresentação das estruturas narrativas dos gêneros terror e suspense, os participantes desenvolverão argumentos sobre temas como assassinato, abdução, possessão, bruxaria e assombração, entre outros, que servirão de base para a realização de pequenos curtas com a utilização de câmeras fotográficas, celulares e demais meios alternativos de filmagem.

Formado pelos artistas Ana Bellenzier, Ata Hostin, Fabrício Nunes e Lilian Döring, o grupo pelospublicos trabalha com intervenções urbanas, vídeo, arte tecnológica e digital. Dentre seus principais trabalhos consta o curta de horror fantástico “Adágio Místico” (2009), realizado com apoio da Fundação Cultural de Curitiba.

CULTURA URBANA

INTERVENÇÃO ARTÍSTICA, DISCOTECAGEM E WORKSHOP DE GRAFITE

Coletivo Metamorfose Social e DJ Caju
31/8 – sexta-feira – 9h às 12h e 14h às 17h
Indicação: livre

Workshop:
Público: jovens e adultos
Inscrições: 16/7 a 30/8
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

Nesta intervenção de grafite aberta ao público, o Coletivo Metamorfose Social produzirá um painel a partir do tema “pesca”, reinterpretando artisticamente o ofício de muitos moradores da cidade. Integrado ao processo, um workshop orientará os interessados a experimentar as práticas da arte urbana. Para agitar toda a atividade, o DJ Caju preparou uma seleção de músicas de grandes nomes do Hip Hop nacional e internacional, como Criolo Doido, Rappin’ Hood, Thaíde, Maroon 5, B.o.B e Chris Brown.

O coletivo Metamorfose Social, formado pelos grafiteiros Mogle e Plie, atua em São Paulo unindo arte-educação e arte de rua. Dentre suas ações estão a intervenção nas vidraças da Pinacoteca do Estado durante a Virada Cultural 2010 e o Projeto Graffiti Literário. Caju é DJ de Hip Hop desde meados dos anos 1990 e tem como outras influências jungle, drum ’n’ bass, eletrônico e mangue beat.

DANÇA

OFICINA DE DANÇA E EXPRESSÃO CORPORAL

Coordenação: Nádia Bittencourt
11 a 14/9 – terça a sexta-feira – 18h30 às 21h30
Público: interessados a partir de 14 anos
Inscrições: 16/7 a 10/9
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

Oficina voltada à conscientização, aperfeiçoamento e compreensão dos elementos do movimento na dança, por meio de um trabalho que enfocará dinâmicas de aquecimento, alongamento e relaxamento, jogos teatrais, uso do espaço e das ações, improviso e exercícios de composição de coreografias.

Nádia Bittencourt é formada em interpretação pela Escola Livre de Teatro de Santo André e em dança pelo Centro de Aperfeiçoamento Teatral da Cooperativa Paulista de Teatro. Atualmente, integra o Grupo As Alziras, coordenado por João das Neves, e é atriz-manipuladora da Cia. Mapinguary na peça “Qual é o Nome Dele?” (que será apresentada na Unidade no dia 15 de setembro). 

MÚSICA

OFICINA DE ELEMENTOS BÁSICOS DE MÚSICA PARA EDUCADORES

Coordenação: Darli Ventura Paulillo
18/8 a 29/9 – sábados – 9h às 12 e 14h às 17h (exceto dias 25/8, 08 e 22/9)
Público: educadores
Inscrições: 16/7 a 10/8
Seleção: carta de interesse
30 vagas

A oficina tratará de questões a respeito da incorporação da música no currículo escolar e da aplicação musical em sala de aula, abordando elementos básicos da leitura e escrita musical.

Darli Ventura Paulillo é bacharel em Música pela Unicamp e trabalha na área de educação musical. Atualmente é professora no Conservatório de Tatuí e tutora do Curso de Educação Musical da UFSCar.

OFICINA DE MUSICALIZAÇÃO INFANTIL ATRAVÉS DO CANTO

Coordenação: Luis Fernando Lobo
13/8 a 17/9 – segundas-feiras:
Turma A: 9h30 às 11h30
Turma B: 14h às 16h
Apresentação final das duas turmas: 22/9 – sábado – 13h às 17h
Público: crianças de 7 a 13 anos
Inscrições: 16/7 a 11/8
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

Introdução ao universo musical por meio do canto, com metodologia baseada em especialistas em educação musical infantojuvenil, como Dalcroze, Willems e Martenot. O trabalho compreende estudos de percepção vocal, leitura rítmica e escrita musical para a preparação de um repertório de músicas da MPB.

Luis Fernando Lobo tem formação interdisciplinar em Música (piano, regência, coral, canto e educação musical) e em Educação (Pedagogia e Orientação Educacional).

TEATRO

ESPETÁCULO: QUAL É O NOME DELE?

Cia. Mapinguary
15/9 – sábado – 15h
Indicação: livre
50 lugares

Espetáculo de bonecos que interage com o público e mescla contação de história, adivinhas cantadas, música ao vivo e teatro de animação com manipulação direta dos personagens. O texto, adaptado do conto “Rumpelstilzchen”, dos irmãos Grimm, conta a história da filha de um moleiro que é trancafiada num aposento e incumbida de fiar palha até transformá-la em ouro. Para isso, ela recebe a ajuda de um gnomo. Diretor e ator-manipulador: Carlos Godoy; atriz-manipuladora: Nádia Bittencourt; músico: Peter Rojaz. A Cia. Mapinguary, criada por Carlos Godoy, atua há mais de dez anos com cultura popular, histórias tradicionais, cancioneiro infantil, teatro de bonecos e mímica.

ATIVIDADES EXTERNAS

BARRA DO CHAPÉU

MÚSICA

ESPETÁCULO MUSICAL: MAGIA CAIÇARA

Grupo Batucajé do Vale
8/9 – sábado – 14h
Indicação: livre
50 lugares
Local: Pátio da Igreja de Nossa Senhora da Guia: Avenida Nossa Senhora da Guia, 85 – Barra do Chapéu (SP)

“Magia Caiçara” traz ao público um show de cultura tradicional, por meio de música, poesia, causos e lendas contadas pelo povo da região. No palco: Julio Cesar da Costa, poeta e contador de histórias; Antonio de Lara Mendes, compositor, cantador e violonista; Pedro Joilson dos Santos Mendes, violonista; e Pedro Correa Neto, percussionista. Eles formam o Batucajé do Vale, grupo que valoriza, por meio da música e do lirismo, as raízes caiçara e quilombola da cultura do Vale do Ribeira.

CAJATI

MÚSICA

OFICINA DE PERCUSSÃO E BATERIA COM FOCO EM RITMOS POPULARES

Coordenação: Nilson Collaço
1/8 a 26/9 – quartas e sextas-feiras – 18h às 19h30
Público: crianças e adolescentes de 11 a 15 anos
Inscrições: 16 a 31/7
Seleção: primeiros inscritos
30 vagas
Local: Departamento de Cultura: Avenida Fernando Costa, 925 – Cajati (SP)

Os ritmos brasileiros, como o baião, o samba, o maracatu e o maxixe, serão a fonte de estudos dessa atividade, que desenvolverá a musicalidade dos alunos por meio da percussão corporal, técnicas de bateria e prática de conjunto.

Formado pela Universidade Livre de Música Tom Jobim, Nilson Collaço participou do Festival de Livre Expressão Musical em Iguape e do Festival Nacional de Novos Talentos da Secretaria de Estado da Cultura. Atualmente ministra aulas de percussão na região do Vale do Ribeira no projeto Guri.

CANANÉIA

ACERVOS CULTURAIS

OFICINA DE NOÇÕES BÁSICAS DE ARQUIVO E CONSERVAÇÃO DE DOCUMENTOS

Coordenação: Débora Cristina Santos da Silva
28 e 29/8 – terça e quarta-feira – 9h às 12h e 13h30 às 18h30
Público: interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 16/7 a 27/8
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas
Local: Museu Municipal Victor Sadowski: Rua Tristão Lobo, 78 – Cananéia (SP)

A oficina demonstrará a importância da conservação preventiva do papel em arquivos, museus e centros de conservação, além de apresentar noções básicas de conservação, higienização e restauro de documentos.

Graduada em História pela PUC-SP, Débora Cristina Santos da Silva trabalhou na organização do acervo histórico e gestão documental do Memorial do Imigrante e do Arquivo do Estado de São Paulo.

ILHA COMPRIDA

MÚSICA

WORKSHOP DE GUITARRA

Coordenação: Edgard Scandurra
28/8 – terça-feira –15h às 18h
Público: músicos e demais interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 16/7 a 27/8
Seleção: carta de interesse
30 vagas
Local: Centro Cultural Plínio Marcos: Avenida São Paulo, 1000 – Ilha Comprida (SP)

Como se aprende a tocar? Como é o dia a dia de um músico profissional no país? O workshop abordará o processo de aprendizagem de guitarra no Brasil e a trajetória de Edgard Scandurra, instrumentista autodidata que, por ser canhoto, desenvolveu a técnica de tocar com as cordas invertidas.

Edgard Scandurra é cantor, compositor, guitarrista e baterista. Ex-guitarrista do Ira!, também integrou o Ultraje a Rigor e tocou com nomes como Kid Abelha, Vange Milliet e Os Paralamas do Sucesso. Gravou a guitarra de diversos álbuns do parceiro Arnaldo Antunes (além de terem lançado juntos o CD para crianças “Pequeno Cidadão”) e também desenvolve o projeto Benzina, que envereda pela música eletrônica.

IPORANGA

GESTÃO CULTURAL

WORKSHOP: A EDUCAÇÃO PATRIMONIAL COMO INSTRUMENTO PARA GESTÃO DE PATRIMÔNIO CULTURAL

Coordenação: Carlos Júnior
11/8 a 1/9 – sábados – 9h às 12h e 14h às 17h
Público: interessados a partir de 15 anos
Inscrições: 16/7 a 10/8
Seleção: primeiros inscritos
30 vagas
Local: Fábrica de Cultura: Rua Carlos Nunes, 91 – Iporanga (SP)

Com o objetivo de despertar o interesse dos habitantes pela memória cultural do município, o workshop apresentará o conceito de patrimônio cultural e atividades educativas visando à gestão participativa do patrimônio histórico, bem como sua preservação e utilização como vetor de desenvolvimento.

 Historiador e produtor cultural, Carlos Júnior foi o organizador do livro “Iguape: Princesa do Litoral”, com o qual iniciou o programa de Educação Patrimonial em Iguape. Participou do inventário do tombamento de Iguape pelo Iphan. É presidente do Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio em Iguape, do colegiado de Dirigentes Culturais do Vale do Ribeira e coordena o Polo Regional de Museus do Vale do Ribeira.

ITARIRI

CULTURA TRADICIONAL

OFICINA DE RESGATE DA CULTURA TRADICIONAL POPULAR

Coordenação: Nancy Domingues
3/8 a 28/9 – sextas-feiras – 19h às 22h
Público: educadores
Inscrições: 16/7 a 2/8
Seleção: primeiros inscritos
30 vagas
Local: Escola Municipal Padre Leonardo Nunes: Rua José Ferreira Franco, 382 – Itariri (SP)

A oficina abordará manifestações da cultura popular – danças, romarias, artesanato, música, culinária, festas religiosas e festivais locais – por meio de rodas de conversa e exercícios de criação de brinquedos artesanais e bandeiras ornamentais, entre outras atividades, como forma de demonstrar que a cultura espontânea continua viva e dinâmica.

Graduada em História e Geografia e pós-graduada em Metodologia do Ensino Superior, Nancy Domingues foi coordenadora de Cultura de Itariri e chefe da Divisão de Cultura de Juquiá. Desenvolve projetos socioeconômicos de sustentabilidade e conscientização ambiental.

JUQUIÁ

DANÇA

 

OFICINA DE DANÇA LIVRE

Coordenação: Bárbara de Morais
2/8 a 20/9 – quintas-feiras – 18h às 21h
Público: adolescentes entre 13 e 17 anos
Inscrições: 16/7 a 1/8
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas
Local: Casa de Cultura: Rua 10 de Abril, s/nº – Juquiá (SP)

Oficina de iniciação que tem o objetivo de levar o participante a explorar as possibilidades expressivas do corpo em movimento, por meio de técnicas de dança contemporânea e de outras modalidades que trabalham consciência corporal, orientação espacial, ritmo, equilíbrio e coordenação motora.

Bárbara de Morais é formada em dança pela academia Zulmira Gatto Ballet, em Registro, integrou o corpo coreográfico da Cia. Nação de Rua, de Santos, e orienta projetos voluntários de dança em escolas e espaços culturais.

MIRACATU

LITERATURA

 

OFICINA DE POESIA FALADA

Coordenação: Julio Cesar da Costa
4 a 18/8 – sábados – 9h às 12h
Público: interessados a partir 14 anos
Inscrições: 16/7 a 3/8
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas
Local: Centro Cultural: Rua 11 de Junho, 350 – Miracatu (SP)

A partir do contato com parlendas, jogos de palavras e declamação de poesias de autores como Fernando Pessoa, Cecília Meireles e Pablo Neruda, entre outros, a oficina busca auxiliar atores, poetas e jovens interessados a usar a leitura poética como forma de introdução ao universo da interpretação verbal.

Poeta e declamador, Julio Cesar da Costa desenvolve trabalhos com literatura desde os anos 1990, quando lançou seu livro “Cacos de Mim”. Ao lado do cantador Antonio de Lara Mendes, fundou o grupo cultural Batucajé do Vale. Em 2009, lançou o livro “Sortilégio e Tesouros: Poemas, Causos e Lendas do Vale do Ribeira”.

 

SETE BARRAS

MÚSICA

 

WORKSHOP DE INICIAÇÃO MUSICAL PARA EDUCADORES

Coordenação: Darli Ventura Paulillo
4/8 – sábado – 8h às 12h e 14h às 18h
Público: educadores
Inscrições: 16/7 a 1/8
Seleção: carta de interesse
30 vagas
Local: E.E. Professora Maria Santana de Almeida: Rua Presidente Humberto Alencar de Castelo Branco, 283 – Sete Barras (SP)

De forma concentrada, o workshop tratará de questões a respeito da incorporação da música no currículo escolar e da aplicação musical em sala de aula, abordando elementos básicos da leitura e escrita musical.

Darli Ventura Paulillo é bacharel em Música pela Unicamp e trabalha na área de educação musical. Atualmente é professora no Conservatório de Tatuí e tutora do Curso de Educação Musical da UFSCar.

 

Atividades gratuitas

OFICINA CULTURAL GERSON DE ABREU

Rua XV de Novembro, 522 – Centro – Iguape (SP).

Tel.: (13) 3841-4004.

E-mail: gersondeabreu@oficinasculturais.org.br

Funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 22h; sábado, das 9h às 13h.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s