Eu me casei quando perdi meu pai

Peggy Stathakopoulou está com o coração partido pela morte de seu amado pai. Falando no programa “Baba-Tess” da ERT, a popular atriz admitiu: “Vamos nos dar bem à nossa maneira”.

Abrindo o coração para a câmera do programa da ERT “Baba-Tess”, Peggy Stathakopoulou falou sobre sua grande perda, a perda de seu amado pai e como ela administrou o acontecimento.

“Levei muito tempo para concluir meus estudos de direito. Então entrei na minha escola de teatro e completei meu quarto ano. Comecei minha carreira no teatro e na televisão, ao mesmo tempo em que ministrava cursos de graduação. Mas houve uma lição que aprendi aos 40 anos, após a morte do meu pai. Esta é a última lição que me resta”, admitiu inicialmente a popular atriz.

“É claro que prometi isso ao meu pai, e estou perdido agora, e é como, 'Você viu o papai?' Mas meu sentimento é que não gosto de deixar as coisas no meio.

“Essa foi minha primeira grande perda. Aos 37 anos perdi meu pai. Me casei, comecei a ideia de constituir família e isso me custou muito. Sinto falta do meu pai porque nos dávamos bem à nossa maneira, “explicou Becky Stathakopoulou.

READ  Embaixada de Julia: Zafiris desmaia e X elogia o talento de Valassis – “ator de coração”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *