Fiorentina – Plzen 2-0: olhos nas meias-finais e Toumba

A Fiorentina falhou.

H Fiorentina Teve ansiedade, muitas chances, três gols, mas também vantagem numérica aos 67', embora tenha sido prejudicada. por favor A prorrogação conseguiu superá-lo. Os Violas venceram por 2 a 0 e se classificaram para as semifinais e voltaram as atenções para Toomba, onde aguardam o vencedor da dupla. PAOK-Bruges.

Na primeira partida, na República Tcheca, os Viola tiveram a posse de bola, mas não ameaçaram, e mantiveram o 0 a 0. No replay, os donos da casa tiveram posse de bola, mas também tiveram chances. No primeiro tempo, a Fiorentina marcou dois gols na cabeçada de Pelotti, mas Guam marcou dentro da área. Mesma cena do replay, os donos da casa pressionaram, mas não conseguiram marcar. Belotti e Kwame tiveram seus momentos, mas faltou substância.

A equipa florentina tinha vantagem numérica quando Cantu foi expulso por ter alvejado Dodo, aos 67 minutos. Apesar da pressão, o jogo foi para a prorrogação. Lá, a Fiorentina foi eficaz e os checos não conseguiram acompanhar o adversário. Gonzalez fez o 1-0 com um canto de Bragi aos 104', Martins acertou no poste aos 104' e um passe brilhante de Bragi aos 108' fez o 2-0.

Fiorentina: Terrazzano, Todo (88' Faroni), Milenkovic, Ranieri, Bragi, Artur (66' Lopez), Madragora (91' Martins), Gonzalez (98' Sodle), Beltran (75' Barak), Guam, Belotti (88') ícone).

Victoria Plesen: Jedlitska, Hranz, Hejda, Gemelka, Kopic (106' Mosquera), Cerv (90' Traore), Kalvach (101' Due), Cantu, Schultz, Vidra (56' Clement), Hori (70' Reznik).

READ  Quando é Segunda-feira Limpa de 2024?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *