Rodes: Bar de praia com espreguiçadeiras na “fechadura” do mar – 19 estruturas metálicas estão sendo removidas

Os empreendimentos do bar de praia “Santa Marina” estão “em curso”, segundo documento do município de Rodes publicado na Diagea, tendo sido decidido lacrá-lo imediatamente na manhã do dia 20 de junho.

As espreguiçadeiras de uma empresa que opera em Rodes voltaram a aparecer no mar este ano. Ocupou os noticiários há um ano com o “staff de natação” e o protocolo de demolição publicado no ano passado.

A decisão não especificou a que horas o negócio fecharia

Uma equipe de funcionários da Land Corporation e da Autoridade Portuária inspecionou o novo local e encontrou construções ilegais (19 estruturas metálicas) no mar e invasões na praia.

A polêmica decisão do município de lacrar o negócio, tomada hoje (05/05), foi assinada pelo prefeito de Rodes, Alexandros Koliadis, com base na decisão do comitê municipal. O documento não especificava por quanto tempo o negócio ficaria fechado.

De acordo com a auditoria, as violações

Durante a fiscalização da polícia, “dentro da zona praia-praia, foi previamente construído e funcional um piso de betão e azulejos de 25 metros em frente à loja. 15 m aproximadamente, betão e azulejos no lado direito da loja ligados por foi criada uma pérgula de madeira de dimensões correspondentes e os primeiros 4 degraus medindo 45 m. Foi criado um abrigo com uma construção ao nível do segundo andar de 7 m., um abrigo com uma pérgula de madeira de dimensões adequadas e um total de 37 mesas e 150 cadeiras. para atendimento ao cliente.

A área total destas construções é de -690 m2.

Por último, não dispõe da devida aprovação do serviço arqueológico competente para o funcionamento legal do negócio (…), o que provoca uma alteração das condições de funcionamento (ampliação) da loja em causa devido ao desenvolvimento dentro do terreno zona da zona costeira. Praia (…)”.

READ  Amor pela Grécia e no dia seguinte ao divórcio de Nikolas

Decisão de selar

Na manhã do dia 20 de junho, preocupações de saúde decidiram lacrar a loja e insistiram que “o proprietário estivesse presente na sua loja para testemunhar o processo de selagem”.

O Ministro da Economia e Finanças Nacional, Kostis Hatsitakis, disse anteriormente: “Quando dizemos que a ordem está chegando ao litoral e às praias, estamos falando sério! Aqueles que infringirem a lei na praia nos enfrentarão. Estaremos nas ruas com rapidez e determinação em cada incidente ilegal. Temos os cidadãos como nossos aliados, mas também temos tecnologias modernas, como o uso de drones e a nova aplicação myCoast, que nos permitem intervir imediatamente quando necessário.”

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *