Músicas que não fizeram sucesso, músicas que fizeram sucesso sem motivo

A hora da Eurovisão aproxima-se rapidamente e é hora de desfazer anos de injustiças.

O Eurovision está repleto de músicas e atos que não alcançaram o primeiro lugar, embora tenham feito grandes sucessos nas rádios e no YouTube, provando que a primeira música nem sempre é a melhor.

Por outro lado, há músicas que foram muito bem, ficaram entre os cinco primeiros da competição, mas ninguém voltou a ouvi-las depois desse dia.

Houve rumores de que algumas músicas seriam dignas do primeiro lugar, mesmo que não estivessem na lista abaixo.

E aqui estão alguns que ganharam e surpreenderam alguns…

“Nel Blue Dipinto di Blue (Volare)” – Domenico Modungo, Itália (1958)

Um dos maiores sucessos perenes da Eurovisão, o conhecido Voltaire terminou em terceiro, mas todos pensaram que ele tinha vencido. A música ‘Dores, Mon Amor’ de Andre Clave venceu.

“Primavera” – Sophia Voso, Grécia, (1991)

Sofia Vossou representou a Grécia no 36º Festival Eurovisão da Canção em Roma.

A música “Spring” teve todas as chances de chegar ao topo do European Song Contest, mas os erros do saxofonista no solo cobraram seu preço e a música ficou em 13º lugar.

I anixi / Spring - Sofia Vossou - Grécia 1991 - (HQ) Eurovision Songs com banda ao vivo

“Shake It” – Sakis Rouas, Grécia (2004)

Sakis Rouas terminou em 3º lugar no Eurovision 2004 com um total de 251 pontos e “Shake It” fez a Europa dançar ao seu ritmo.

O primeiro lugar daquele ano foi para Ruslana e Ucrânia com “Wild Dance”, seguido pela Sérvia-Montenegro com Željko Joksimović. Em 4º lugar ficou a Turquia com “Far Real” de Athena.

A música dos turcos fez um grande sucesso, porém não demos a eles o lugar de Sakis Rouvas, que ficou em terceiro.

Sakis Rouas - Shake It - 🇬🇷 Grécia - Grande Final - Eurovisão 2004

Dança Lasha Tumbai – Verga Serduchka, Teatro (2007)

O inesquecível “Dancing Lasha Tumbai” de Verga Serduchka é considerado por muitos fora de competição.

Os ucranianos em trajes estrangeiros são mais lembrados pelos fãs da companhia que lhes deu o 2º lugar do que Marija Serifovic, que representou a Sérvia com “Molitva” e venceu a competição daquele ano.

READ  Stoiximan Super League: AEK e PAOK empatam com Olympiacos e Panathinaikos

Verka Serduchka - Dança Lasha Tumbai |  Ucrânia 🇺🇦 |  Grande Final - Eurovisão 2007

“Combinação Secreta” – Kalomira, Grécia (2008)

“Meu mix secreto. Kalomira se apresentou no Eurovision 2008 em Belgrado. A música ficou em terceiro lugar, atrás de “Shady Lady” de Dima Bilan e “Shady Lady” de Ani Lorak, seguida por “Believe” e Ucrânia.

Kalomira - Combinação Secreta - Grécia 🇬🇷 - Grande Final - Eurovisão 2008

“Hold Me” – Farid Mammadov, Azerbaijão 2013

É certo que Hold Me era uma ótima música, mas ficou em segundo lugar com Denmark e ‘Only Teardrops’ com Emily De Forest. Grécia com Agathona e Kosa Mostra em 6º lugar!

Farid Mammadov - Hold Me (Azerbaijão) - Ao vivo - Grande Final de 2013

“Bigode” – Twin Twin, França (2014)

É difícil acreditar que já se passaram dez anos desde que um grupo de franceses roubou a cena cantando sobre bigodes. Ele pode ter terminado em último lugar na final do torneio, mas se tornou o favorito. Foi naquele ano Conchita Wurst Representando a Áustria em 2014, fizeram história na Eurovisão ao vencer com ‘Rise Like a Phoenix’.

Double Double - Bigode (França) Festival Eurovisão da Canção 2014

“Grande Amore” – Il Volo, Itália (2015)

“Grande Amore” (Grande Amor) foi interpretada por um trio de ópera italiano e escrita por Francesco Bocia e Ciro “Tommy” Esposito.

A faixa ficou em primeiro lugar na televotação e em terceiro lugar geral, já que ficou em 6º lugar nas comissões… O sueco Mans Zelmerlo foi o grande vencedor da noite com a faixa “Heroes”. Rússia, Itália, Bélgica e Austrália ocupam as cinco primeiras posições.

Il Volo - Grande Amore (Itália) - Ao vivo na Grande Final do Eurovision 2015

“Only You” – Sergey Lazarev, Rússia (2016)

“You’re The Only One” de Sergey Lazarev representou a Rússia no Eurovision 2016 e no final da noite ficou em 3º lugar entre 26 países. A Rússia, embora liderasse no televoto, ficou apenas em 6º lugar nos comitês e em 3º.

Sergey Lazarev - Only You - 🇷🇺 Rússia - Grande Final - Eurovisão 2016

“Fugo” – Eleni Foureira, Chipre (2018)

READ  PDV: Para 35 agências a partir de segunda-feira

Eleni Foureira representou Chipre na Eurovisão 2018 com “Fuego”, ficando em 2º lugar no concurso, a melhor colocação do país até à data.

“Fugo” fez história na Eurovisão e foi um sucesso internacional desde o primeiro momento do seu lançamento.

Eleni Foureira - Fire - Chipre - Ao vivo - Grande Final - Eurovisão

“Soldi” Mahmoud – Itália (2019)

Neta de Israel “comeu” Soldi de Mahmoud, 2º colocado. É principalmente em italiano, com um verso em árabe, sendo a terceira vez que o árabe aparece em uma canção da Eurovisão, após as entradas de Marrocos em 1980 e de Israel em 2009.

Mahmoud - Soldi - Itália 🇮🇹 - Grande Final - Eurovisão 2019

“Spaceman” – Sam Ryder, Reino Unido (2022)

Foi a música mais vendida no país até o final de 2022, depois do hit de 1996 de Gina G, ‘Just a Little Bit’. Favorito, mas perdeu para a banda ucraniana Kalush Orchestra com ‘Stephania’, cujo sucesso foi a favor da Ucrânia durante a invasão e a guerra.

Sam Ryder - Spaceman - Ao vivo - Reino Unido 🇬🇧 - Grande Final - Eurovisão 2022

Eurovisão: As músicas que foram incrivelmente bem e foram… altas

“Por que eu?” – Linda Martin, Irlanda (1992)

Em 1992, Ireland e “Why Me?” Escrito por Johnny Logan, venceu o Festival Eurovisão da Canção. Os favoritos são Inglaterra, Itália e Malta. A julgar pelo título da música, ela também não acredita.

Why Me - Irlanda 1992 - Canções da Eurovisão com banda ao vivo

“Everybody” – Danel Badar, Dave Benton e 2XL, Estônia (2001)

A Estônia venceu o Festival Eurovisão da Canção de 2001 com a canção “Everybody” de Danel Bondar e Dave Benton. Os favoritos são Dinamarca e França.

Danel Badar, Dave Benton e 2XL ♫ Everybody -Estônia 2001- 🥇Vencedor do 46º Festival Eurovisão da Canção

“Hard Rock Hallelujah” – Lordi, Finlândia (2006)

Esta lista só pode começar com um péssimo desempenho na história da Eurovisão.

O finlandês Lordy apareceu no palco de Atenas com uma faixa de hard rock puro e roupas monstruosas. Apesar de o público não ter visto seus rostos reais durante a competição, eles conquistaram o primeiro lugar naquele ano.

Lordy - Hard Rock Hallelujah - 🇫🇮 Finlândia - Grande Final - Vencedor do Eurovision 2006

“Festa para Todos” – Buranovskyi Babushki, Rússia (2012)

A querida avó de Buranovo, que representou a Rússia no torneio de 2012 com “Party for All”, certamente está gravada na memória dos Eurofans. Com seus trajes tradicionais e sua espontaneidade no palco, roubaram o espetáculo e o coração do público, conquistando o 2º lugar naquele ano.

READ  Creed: “Ela não tirou selfies, não se matou” – diz irmã de 17 anos

Buranovskyi Babushki - Party for Everyone (Rússia) Festival Eurovisão da Canção 2012

“Danças Selvagens” – Ruslana, Ucrânia (2004)

Mais um mau desempenho que conquistou os corações dos fãs da Eurovisão e conquistou o primeiro lugar no concurso daquele ano. A ucraniana Ruslana apresentou “danças selvagens” como uma mulher das cavernas no palco da companhia e emocionou o público, superando-nos até. Saquê RoupasEra tão popular “Golpe-o”.

Ruslana - Danças Selvagens |  Ucrânia 🇺🇦 |  Grande Final |  Eurovisão 2004

“Running Scared” – L & Nikki, Azerbaijão (2011)

O Azerbaijão venceu o concurso Eurovisão pela primeira vez na sua história (participando desde 2008), graças à dupla L & Nicky e à música Running Scared, acumulando um total de 221 pontos em Dusseldorf, Alemanha.

El & Nikki - Running Scared (Azerbaijão) Live 2011 Eurovision Song Contest

“1944” – Jamala, Ucrânia (2016)

A 61ª final da Eurovisão em 2016 foi uma grande reviravolta. A Austrália, que liderava até o anúncio dos resultados, terminou em segundo lugar no resultado final, com os telespectadores liderando a Ucrânia com 534 pontos. A canção causou reação porque foi considerada política porque se referia à perseguição dos tártaros da Crimeia pela União Soviética.

A Austrália terminou em segundo, a Rússia em terceiro, a Bulgária em quarto com 307 e a anfitriã Suécia em quinto. Jamala ficou em 3º lugar na corrida e 2º em televoto e comitês, mas finalmente saiu vencedor.

Jamala - 1944 - 🇺🇦 Ucrânia - Grande Final - Eurovisão 2016

“Boneca” – Neta, Israel (2018)

A israelense Neta Brasilai trouxe vibração e ritmo à arena da Eurovisão com a música “Toy”, uma das favoritas do concurso, que conquistou o primeiro lugar e confirmou todas as previsões.

Sua música foi escrita para o movimento #MeToo, como evidenciado pelo refrão, “I’m not your doll”. Netha Barjilai fez uma performance verdadeiramente incrível com voz e movimentos de galinha.

Neta - Toy - Israel - Ao vivo - Grande Final - Eurovisão 2018

O tempo dirá qual dessas músicas veio primeiro e qual veio por último…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *